Home > Cinema & TV > 45 anos de Chaves: Curiosidades sobre os 7 melhores episódios da série

45 anos de Chaves: Curiosidades sobre os 7 melhores episódios da série

20 de junho de 2016, por Jussara Gonzo
Cinema & TV

Há exatos 45 anos, no dia 20 de junho de 1971 foi exibido no México, pelo canal da Televisa, o primeiro episódio do programa El Chavo del Ocho, conhecido no Brasil como Chaves. Criação de Roberto Gómez Bolaños (intérprete do personagem-título e falecido em 2014) e Enrique Segoviano, inicialmente era um dos esquete do programa de humor Los Supergenios de la Mesa Cuadrada, de 1968.

A popularidade do quadro que mostrava um grupo de vizinhos em situações cômicas cheias de mal entendidos ficou tão popular que se tornou uma série independente. Mesmo após 45 anos, o icônico Chaves e seus amigos continuam sendo alguns dos personagens mais queridos da televisão latino-americana – no Brasil, transmitido até hoje pelo SBT.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Embora fora deste eixo eles sejam quase desconhecidos (Chapolin é bem mais famoso, inclusive nos Estados Unidos), Chaves jamais deixou de ser exibido na televisão. Mesmo com a crítica geral considerando o programa vulgar, fútil, alienado e violento, ele ainda é querido no coração de muitas pessoas – inclusive dos brasileiros. Então, para comemorar seu aniversário, vamos relembrar alguns de seus melhores episódios e curiosidades!

1. O Io-iô

“Extra! Extra! Quatorze pessoas enganadas!”

Chaves começa a vender jornais e revistas. Seu Madruga também começa um novo negócio como empresário artístico, fazendo apresentações nas ruas com dois homens que fazem malabarismos com io-iôs. Impressionados, Chaves e Quico decidem fazer uma competição com truques de io-iôs.

Curiosidade:

… na banquinha de jornal a câmera mostra de relance os quadrinhos do Chaves e Chapolin que eram publicados no México, na época. Quando criança, eu jurava que eram as capas dos quadrinhos que a Editora Globo publicava na época e isto reforçava a crença de que Chaves era brasileiro.

2. O Sonâmbulo

“Estou falando dos filmes com monstros feios! O Lobisomen, o Frankestein, o Pedro de Lara…!”

Em duas partes, também conhecido como “Espíritos Zombeteiros” ou “O Mistério dos Pratos”. Estes episódios ganham destaque por terem sido quase totalmente filmados num ambiente noturno. Na história, Seu Madruga é sonâmbulo e deixa, sem saber, pratos dentro do barril do Chaves toda a noite. Dona Clotilde sugere que ele deve ser sonâmbulo ou, quem sabe, que podem ser espíritos! Uma sessão espírita é feita na casa do Seu Madruga e
rende muitas risadas!

Curiosidades:

…a camisa amarela que o Seu Madruga usava para dormir era da marca “Amar é…”, aquelas charges que sempre mostravam um casal pelado com uma mensagem de amor.

…descobrimos que Quico tem nove anos, sendo provavelmente o mais velho entre as crianças da vila (o que explicaria ser o mais alto também).

3. O Desjejum

“E com que direito me acordam às 11 da madrugada?!”

Em duas partes, mostra as frustradas tentativas de Chaves de tentar tomar o café da manhã na casa do Seu Madruga. Enquanto se dedicam ao esforço hercúleo de comprar seis ovos, Quico ganha de presente um par de raquetes de ping-pong. E no meio da confusão constantemente acaba confundindo os ovos com as bolinhas.

Curiosidades:

… Nhonho, um personagem geralmente pouco aproveitado na série, exceto nos episódios da escola, tem maior destaque e parece ser consideravelmente mais inteligente que as outras crianças.

4. Madruga Professor

“Esta caveira significa prerigo! Pre-ri-go!”

Neste episódio, Seu Madruga arruma uma encrenca com Dona Florinda e precisa se esconder dentro da classe do Professor Girafales. Ele finge que está lá para estudar e, após o professor ter de se ausentar, ele decide dar aulas.

Curiosidades:

…existe toda uma série de episódios centrados na escolinha do Professor Girafales. São neles que personagens que geralmente eram jogados para escanteio, como a Pópis e o Godinez, ganhavam mais destaque.

…Seu Madruga tem muitas frases icônicas, sendo que esta que ele diz da caveira é uma delas.

5. A Sociedade

“Higiênicos churros da Dona Florinda… ai que droga!”

Série em três partes. Devido a uma crise financeira, Seu Madruga está sem emprego e Dona Florinda sem dinheiro. Ambos decidem juntar forças e abrir uma barraquinha de churros. Neste meio tempo, várias confusões se formam e, no final, a venda de churros não ocorre como o esperado para ambas as partes.

Curiosidades:

… numa cena Quico reclama com sua mãe de que só tem três moedinhas para comprar pão. Ela explica que não tem mais dinheiro e Quico acaba soltando: “Mas com isto não vai dar nem para comprar os pães que o Professor Girafales come quando vem para o café!” sutilmente indicando que o professor, de vez em quando, dorme na casa dela. Hmmmm!

6. Festival da Boa Vizinhança

“Volta o cão arrependido…”

Uma das séries mais longas, dividida em quatro partes. As pessoas da vila decidem fazer um festival para promover a amizade entre os vizinhos. Dona Florinda, no começo, é contra, mas quando descobre que o Professor Girafales é a favor, ela cede. Muitas cenas icônicas, como a peça de teatro e as recitações das crianças tornam estes alguns dos episódios favoritos dos fãs.

Curiosidades:

… esta foi uma das sequências de episódios que foram exibidas por anos a fio sem o seu final. Apenas muito tempo depois, com a pressão dos fãs, o SBT comprou os episódios faltantes. Mas, infelizmente, os dubladores originais já não tinham o mesmo vigor e alguns já haviam falecido (como o dublador do Chaves, da Dona Clotilde e do Seu Barriga que tiveram que ser substituídos).

7. Férias em Acapulco

“Moça bonita! Moça bem-feita! Moça formosa!”

Talvez o preferido da maioria dos fãs! Série em três partes, conhecido também como “Os Farofeiros”. Chiquinha compra um produto para limpar prata porque isto lhe dava um cupom para um sorteio para uma viagem a Acapulco. Depois de ganharem, toda a vila também começa a se preparar para ir a Acapulco. Toda a trama dos dois episódios se passa num hotel de luxo onde os personagens aprontam muitas confusões.

Curiosidades:

… o hotel em que foram gravadas as cenas existe até hoje! É o Hotel Emporio Acapulco, que é muito visitado justamente por ser “O Hotel do Chaves”! Numa página onde turistas postam comentários sobre suas viagens ao México, 80% das reviews deste hotel são de brasileiros comentando, justamente, terem realizado um sonho de infância!

… no segundo episódio, devido às confusões normais de dublagem da época, ao invés de Acapulco, os personagens comentavam que estavam no Guarujá e que o cortiço ficava em São Paulo.

… este teria sido o último episódio em que Carlos Villagran (Quico) teria trabalhado com o elenco. Os problemas seriam relacionados ao fato de que, na época, um teste de audiência revelou que os personagens Quico e Seu Madruga eram os preferidos e que vendiam mais produtos relacionados.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Carlos exigiu um aumento de salário ou uma parte no merchandising. Bolaños não aceitou e o ator saiu do elenco. Pouco depois, Ramón (Seu Madruga) também saiu e junto com Villagran os dois fizeram o programa solo” Kiko” (com “k” para evitar problemas de direitos autorais), mas que infelizmente não decolou.

Ao mesmo tempo, com a saída dos dois melhores personagens, o programa do Chaves naufragou em audiência e acabou sendo encerrado em 1980 – se tornando um esquete no novo programa do Chesperito. Esta não deixa de ser uma história triste. Talvez se Bolaños (que, infelizmente, era tido por muitos de seus outros colegas como avarento) tivesse cedido, o seriado teria continuado por mais tempo.

Matérias Relacionadas
TV antiga
A evolução da televisão no decorrer da história: Da TV mecânica até a TV QLED
A importância dos latinos no rockabilly; ouça também a playlist “Rockabilly Latino”
Pan Am
14 séries com estética retrô para assistir na Netflix
The Crown: Nova série de época da Netflix ganha pôster e trailer

Deixe um comentário

dois × dois =