Home > Destaque > 5 chapéus retrô para se apaixonar; saiba onde comprar o seu com desconto

5 chapéus retrô para se apaixonar; saiba onde comprar o seu com desconto

23 de janeiro de 2017, por Mirella Fonzar
Moda

Se tem um acessório que é a cara da moda vintage é o chapéu. Antigamente era muito comum que homens e mulheres usassem a peça como item de moda e proteção. Além de garantir estilo e sofisticação à produção, ele tem a função de proteger o rosto dos raios de sol e aquecer a cabeça nos dias mais frios. Então, para quem é apaixonado pela moda do passado, é mais que necessário ter alguns modelos de chapéu no guarda-roupas.

Para ajudá-lo a definir qual peça mais combina com seu estilo e personalidade (e década preferida, é claro), apresentamos abaixo cinco chapéus que fizeram sucesso entre as décadas de 1920 e 1970. Vale ressaltar que todos eles estão disponíveis na Chapelaria Vintage, loja parceira do Universo Retrô, e ao digitar o código RETRO na hora de finalizar a compra, vocês ganham 5% de desconto pelo site. Vamos lá?

1. Chapéu Clochê – Anos 20 e 30

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Clochê é um chapéu que nasceu na década de 1920, na França, e até hoje faz sucesso entre as mulheres. Criado por Caroline Reboux, este modelo foi considerado símbolo da emancipação feminina na época. Seu nome remete à palavra “Clochê”, que vem do francês “sino”, já que seu formato lembra o objeto. Pode vir acompanhado de adornos, como laços, fivelas ou flores, e suas cores mais populares são preto, marrom, vermelho e cinza. É um chapéu típico de inverno e perfeito para ser usado durante a noite. Quem curte o visual das melindrosas dos anos 20, tem que ter um Clochê no armário! Confira os Chapéus Clochê disponíveis na Chapelaria Vintage, aqui.

2. Chapéu Pork Pie – Anos 30 e 40

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Pork Pie teve seu auge nos anos 30 e 40 e era bastante usado por músicos do jazz e blues. Seu nome faz referência a uma torta de carne de porco por conta de seu formato. O saxofonista Lester Young foi um dos músicos que ajudou a popularizar o modelo, que, recentemente, voltou aos holofotes por conta do protagonista de Breaking Bad, que aparece com um Pork Pie preto na série americana. Apesar do ar masculino, o modelo pode ser usado também por mulheres. Combina tanto com looks de verão, como inverno. Então, se a ideia é voltar à era do blues, o Pork Pie é perfeito! Confira os Chapéus Pork Pie disponíveis na Chapelaria Vintage, aqui.

3. Chapéu Fedora – Anos 40 e 50

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Também chamado de Borsalino ou Trilby, talvez o Fedora seja o modelo retrô mais conhecido atualmente. Bastante popular entre as estrelas de Hollywood, apesar de ter nascido no século 19, foi marcado pela figura de mafiosos do cinema americano, nas décadas de 1940 e 50. Ícones da época, como Gene Kelly (Dançando na chuva) e Humphrey Bogart (Casablanca) também chegaram a usar o modelo em seus filmes. Junto com o trenchcoat, era peça essencial de qualquer figurino de filme noir. Disponíveis para homens e mulheres, os modelos podem ser encontrados em aba reta como o Fedora Gângster e os Fedoras Aba Longa. Confira os Chapéus Fedora disponíveis na Chapelaria Vintage, aqui.

4. Chapéus Coco – Anos 50 e 60

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

No final do século 19, o Coco era muito utilizado por homens na Inglaterra no lugar da cartola, em ocasiões formais. Porém, foi entre as décadas de 1950 e 1960 que o chapéu teve seu auge, e era usado apenas por profissionais mais conservadores, como funcionários da coroa Britânica e homens de negócios. Inclusive, mais para frente, os Beatles também usaram a peça, fazendo uma sátira aos típicos cavalheiros ingleses. Hoje em dia, o Chapéu Coco está mais democrático e até mulheres apostam neste modelo na hora de compor looks que misturam o vintage e o moderno. O preto é o clássico, mas ele pode ser encontrado em diversas cores. Confira os Chapéus Coco disponíveis na Chapelaria Vintage, aqui.

5. Chapéu Floppy – Anos 60 e 70

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Queridinho das fashionistas e das frequentadoras de festivais de música, este modelo surgiu na década de 1960 e teve seu auge nos anos 70. Uma das celebridades da época que ajudou em sua popularização foi a atriz Brigitte Bardot. Um chapéu relativamente grande, é perfeito para proteger-se do sol nos dias de verão, à beira-mar ou para glamourizar o look em ocasiões sofisticadas, mesmo que no inverno. Disponível em diversas cores e materiais, como feltro e palha, ganha ainda mais força se usado com um belo par de óculos escuros. Confira os Chapéus Floppy disponíveis na Chapelaria Vintage, aqui.

E aí, qual o seu modelo preferido? Para esses e mais chapéus estilosos você encontra no site da Chapelaria Vintage: www.chapelariavintage.com.br

Gostou da matéria? Este é um conteúdo patrocinado pela Chapelaria Vintage, uma das empresas que apoiam o Universo Retrô a permanecer online. Venha anunciar conosco também!

Matérias Relacionadas
Conheça a história dos chapéus e boinas preferidos dos Mods
Ícone dos anos 70, chapéu Floppy é tendência entre frequentadoras de festivais

Deixe um comentário

12 + dois =