Home > Destaque > A história das loterias brasileiras e a esperança de ficar rico a qualquer momento

A história das loterias brasileiras e a esperança de ficar rico a qualquer momento

18 de novembro de 2016, por Jane Galaxie
Lifestyle

Não é de hoje que as loterias dão esperança aos povos de realizar sonhos e conquistar riquezas. As loterias oficiais foram lançadas durante o século 16, em alguns países da Europa. Em 1538 a França foi o primeiro país a colocar o governo à frente da iniciativa.

Registros mostram que no Brasil a prática era adotada desde a época do Império. Mas apenas no século 20 as regras para as apostas foram especificadas pelo Estado para dar credibilidade e maior transparência à ação.

Os bilhetes da Loteria Federal , nos anos 1930 a 1950, eram vendidos por particulares selecionados por concorrência pública, seguindo regras, em locais autorizados nas maiores capitais do país como São Paulo e Rio de Janeiro. Esses comerciantes recebiam uma concessão de 5 anos para trabalhar.

Um dos maiores grupos da época foi o Peixoto de Castro, que praticamente monopolizou a concorrência até o governo federal começar a explorar este serviço. No governo de Jânio Quadros, no início da década de 60, ficou determinado que a iniciativa privada sairia do cenário das loterias. O país passou a administrar totalmente os jogos. A Caixa Econômica Federal controla os sistemas e a realização dos sorteios desde aquela época até os dias atuais.

Hoje, os principais jogos de loterias federais disponíveis e regulamentados são nove. Entre eles, a Mega Sena, em funcionamento desde 1996, que sorteia seis números entre 60 disponíveis; e a , que o apostador escolhe entre 5 a 15 números, dos 80 possíveis. As duas pagam prêmios milionários. Além delas, LotoFácil, LotoMania, Timemania, Dupla Sena, Federal, Loteca e LotoGol.

As curiosidades marcantes sobre as loterias estão relacionadas aos concursos da Loteria Federal, que associa os números ao bichos. Isso faz com que superstições e sonhos sejam os maiores inspiradores na hora de comprar os bilhetes.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Outra modalidade que merece destaque é a Loteca, a Loteria Esportiva que foi uma febre nos anos 1970. A época coincidiu com o surgimento dos computadores IBM, e as casas lotéricas usavam a icônica máquina de perfuração manual Port a Punch. Os apostadores torciam para que os times marcados ganhassem as partidas, assim acertariam os 13 pontos. Nasceu aí o personagem mais famoso da loteria, a “Zebra”.

Hoje as loterias da Caixa patrocinam importantes instituições do país, como o FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, e seleções esportivas, incluindo o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A Mega-Sena é a mais famosa loteria em funcionamento no Brasil, e com a chegada do final do ano a Mega-Sena da Virada é responsável pelos maiores prêmios já entregues aos brasileiros.

Deixe um comentário

2 × quatro =