Home > Destaque > Conheça a história do Rockabilly Stroll e aprenda a dançar

Conheça a história do Rockabilly Stroll e aprenda a dançar

18 de agosto de 2017, por Zahrah Violet
Lifestyle

Depois de publicarmos um artigo sobre o surgimento da dança “Rockabilly” no Brasil, vamos falar um pouco sobre uma outra modalidade que é novidade por aqui, mas que surgiu nos anos 50: o Stroll. Como falamos anteriormente, a forma de se dançar o rock ‘n roll dos anos 1950 no Brasil adquiriu algumas características próprias ao longo do tempo. Originalmente, tínhamos três estilos principais: Jive, Bop e Stroll, tendo cada dança um estilo musical diferente. Mas, é o Strolling, Rockabillystroll, ou simplesmente Stroll o assunto desta matéria.

O Rockabilly Stroll foi uma dança que ficou bastante popular na segunda metade dos anos 50, com o lançamento da gravação da canção “The Stroll”, por The Diamonds, em dezembro de 1957. O auge de seu sucesso entre os mais jovens, bem como o seu registro, se deu por conta das apresentações no programa de televisão American Bandstand – uma espécie de show de calouros, com apresentações e competições de dança, que durou de 1952 a 1959 e era apresentado por Dick Clarck.

Nessa versão original, eram formadas duas filas, uma de moças e uma de rapazes, que realizavam os passos no lugar, enquanto um casal por vez dançava de uma ponta a outra do corredor, formado por essas filas – daí o nome Stroll (passeio). Como podemos ver no vídeo acima.

Stroll no Brasil (Foto: Eclipse Photograpy)

O Stroll é mencionado em várias outras canções, como “I Wanna Bop”, de Billy Harlan, ou “Rockabilly Stroll”, de Johnny Austin & Darrel Higham. É importante mencionar que todas essas músicas são cadenciadas, com ritmo marcado porém nunca rápido, e com total influência do Rhythm and Blues, sendo até hoje o estilo ideal para se dançar o Stroll.

Após ser praticamente esquecido nos anos 60, o Stroll aparece no filme American Graffiti, de 1973, e é mencionado na música Rock ‘n Roll, do Led Zeppelin, e na trilha sonora do musical Grease. Com o passar das décadas, caiu novamente em desuso e ressurgiu com algumas novas características. Passou a ser uma dança para as garotas. Os rapazes também podem dançar, mas é principalmente o momento especial para as mulheres tomarem conta da pista.

Daí a importância de se escolher a música certa também. Sabe quando toca aquele R&B incrível, mas que não anima muito a dançar de par? Ou aquele rockabilly mais tranquilo? Essa é a hora de juntar as amigas e arrasar no Stroll. Embora dê para dançar em qualquer velocidade dentro do Rock ‘n Roll e Rockabilly, sendo que a contagem sempre será de 2/2, é importante respeitar os momentos da festa.

Aqui no Brasil, o Rockabilly Stroll está apenas começando, mas basta uma busca no YouTube para ver grupos se divertindo em festivais como Viva Las Vegas (EUA) ou High Rockabilly (Espanha), e também em festas e flash mobs. Em alguns lugares, já existem campeonatos de Stroll, onde os participantes realizam movimentos mais elaborados e coreografias, e também grupos que revivem o Stroll original ou criam novas versões.

Fiquemos, por hora, com o Stroll básico, que é uma linguagem universal: você pode dançar em Las Vegas ou em Paris da mesma maneira, e também repassar para as amigas! Os movimentos são bem simples. É possível aprender em casa com este vídeo que, atualmente, é o único em português sobre o tema, até a data desta publicação.

Por fim, já me questionaram algumas vezes que “parece passinho” (se referindo ao house, dos anos 80), e também com o country. Sim, parece! Parece porque são todas Line Dances (danças em linha), ou Danças Sociais, que são danças realizadas em filas, envolvendo grandes grupos nas festas.

A propósito, é bem possível dançar o Stroll em músicas com maior influência folk/western/hillbilly, desde que não sejam muito aceleradas. Mas, não se esqueçam de sempre correr pra dançar junto com todas as meninas quando for um R&B ou Rockabilly com forte influência desse estilo, deixando se envolver pelo som do sax ou piano!

SERVIÇO

Rocabilly Stroll Brasil

Para reunir praticantes, trocar idéias, ver mais vídeos e aprender mais, tem a página Rockabilly Stroll Brasil. Aqui é no grupo vinculado você acompanha a agenda de aulas: https://www.facebook.com/rockabillystroll

Matérias Relacionadas
Bopflix Films: canal via streaming divulga músicos e bandas de estilo vintage
Cantora de Rockabilly
13 promissoras cantoras de rockabilly que você precisa conhecer
Emanuela Hutter
13 conceituadas cantoras de rockabilly em atividade que você precisa ouvir agora
Precisamos falar sobre a Bandeira Confederada

Deixe um comentário

quinze − doze =