Home > Destaque > Conheça a origem do hooliganismo, as famosas torcidas organizadas do futebol inglês

Conheça a origem do hooliganismo, as famosas torcidas organizadas do futebol inglês

19 de janeiro de 2016, por Pedro Vianna
Lifestyle

Hooligans na Itália, mostrando como a cultura da violência se espalhou pela Europa (Foto: Reprodução)

Quando se fala dos conhecidos Hooligans, não há como não lembrar dos famosos fãs de futebol da Inglaterra, que já causaram diversas confusões e até tragédias em estádios de futebol. Mas, vale lembrar que o uso do termo não começou no esporte.

A origem da palavra “hooligan” é ainda do século XIX e começou a ser usada em Londres para falar sobre vândalos. O termo popularizou-se na década de 1890, quando foi usado para descrever uma gangue de rua londrina. A palavra ficou conhecida a partir dos relatórios da polícia de Londres, que chamava uma gangue de jovens de Lambeth de The Hooligan Boys.

Em 1898, o jornal londrino Daily Graphic publicou um artigo com a seguinte frase: “A avalanche da brutalidade que, sob o nome de ‘hooliganismo’ moldou como um insulto terrível os registros sociais do sul de Londres”, mostrando que a desordem causada pelos jovens chamados de hooligans já tomava as ruas inglesas antes do século XX. Mas o que realmente tornou o termo conhecido, inclusive fora da Inglaterra, foram dois livros do início do século XX: “The Adventure Of The SixNapoleons” (1904), de Sir Arthur Conan Doyle, e “Tono-Bungay” (1909), de Herbert George Wells. Ambos autores, em passagens de seus livros, usaram o termo hooligan para descrever um ato ou um personagem.

Hooligans

Luta entre torcedores do Birmingham City e a polícia em 1985 (Foto: Reprodução)

Os hooligans tomaram o mundo do futebol por volta do final dos anos 50 com seu fanatismo exagerado e seu suposto amor pelos clubes. Mas foi na década de 80 que os grupos protagonizaram os confrontos mais feios, seja com a polícia, com torcidas rivais ou até entre eles mesmos por discordâncias internas.

A polícia inglesa teve problemas com os hooligans já em 1957. Uma das torcidas mais fanáticas da época, a do Newcastle United, protagonizava, em quase todas partidas, invasões de campo, briga com torcedores rivais e com a polícia. Confrontos com a torcida do Millwall, time de Londres, ficaram famosos desde meados dos anos 50 até hoje em dia.

Torcedores do Newcastle

Torcedores do Newcastle logo após serem contidos pela polícia antes de um jogo contra o Millwall em Londres, 1957 (Foto: Reprodução)

Em 1985, na final da Champions League entre Liverpool (Inglaterra) e Juventus (Itália), ocorreu uma das brigas mais famosas envolvendo hooligans: torcedores do Liverpool invadiram a área da torcida italiana deixando 38 mortos e muitos feridos; os hooligans ingleses foram responsabilizados e causaram a expulsão de times ingleses de competições europeias por cinco anos.

Mas, nem sempre os hooligans causaram tragédias por conta de seu comportamento violento. Quatro anos depois, em Sheffield, ocorreu a maior tragédia da história do futebol inglês. Torcedores do Liverpool forçaram a entrada e o estádio ficou lotado, os torcedores próximos das grades foram sufocados, muitos caíram. O resultado foi a conhecida “Tragédia de Hillsborough”, com 96 mortos e 766 feridos.

Tragédia de Hillsborough

Tragédia de Hillsborough (Foto: Reprodução)

Após vários incidentes, os ingleses promoveram várias ações e no início dos anos 90 conseguiram expulsar os hooligans dos estádios. Porém, em 2013, torcedores do Newcastle e Millwall voltaram a provocar cenas de violência no estádio do time londrino, deixando claro que a ameaça aos estádios que são os torcedores hooligans ainda está caminhando nas ruas.

Matérias Relacionadas
Seleção União Soviética
Uniformes das seleções terão pegada retrô na Copa do Mundo de 2018 na Rússia

Deixe um comentário

2 × 5 =