Home > Cinema & TV > Desventuras em Série: Segundo ano fica mais sombrio, porém, mantém a essência

Desventuras em Série: Segundo ano fica mais sombrio, porém, mantém a essência

23 de abril de 2018, por Aline Lima
Cinema & TV
Desventuras em Série

A Netflix lançou recentemente a segunda temporada de Desventuras em Série, adaptação da coleção de 13 livros escritos por Lemony Snicket, pseudônimo do autor Daniel Handler, que também assina os roteiros da produção.

Inferno no Colégio Interno

Inferno no Colégio Interno (Foto: Divulgação)

Assim como na temporada anterior, que adaptou os 4 primeiros capítulos da história, cada dois episódios representa um livro. Desta vez podemos ver na telinha: Inferno no Colégio Interno, O Elevador Ersatz, A Cidade Sinistra dos Corvos, O Hospital Hostil e O Espetáculo Carnívoro, no qual Neil Patrick Harris (How I Met Your Mother) teve a oportunidade de mostrar seus dotes como mágico profissional, além de exibir sua família em uma participação especial muito fofa, para dizer o mínimo.

O Hospital Hostil

O Hospital Hostil (Foto: Divulgação)

O segundo ano continua a saga dos irmãos Baudelaire, Violet (Malina Weissman), Klaus (Louis Hynes) e Sunny (Presley Smith), que vivem as situações cada vez mais absurdas, sombrias e divertidas, pelo menos para quem está assistindo, enquanto tentam escapar das garras do sádico Conde Olaf (Neil Patrick Harris), que continua tentado roubar a fortuna das crianças.

Várias participações especiais acontecem durante a temporada, como Nathan Fillion (Firefly) que interpreta Jacques Sniket, e Sara Rue (Popularidade), como a bibliotecária Olivia Caliban, por exemplo.

Jacques Sniket e Olivia Caliban

Jacques Sniket e Olivia Caliban (Foto: Divulgação)

O elenco tem uma química muito boa, até mesmo com os novos membros, e todas as características, que deram tão certo anteriormente, continuam funcionando muito bem aqui, inclusive, o caráter cíclico da história, que pode ser um pouco cansativo para os adultos, mas que faz bastante sentido, além de ajudar no avanço da trama de forma bem sutil, e muito competente.

Aos poucos o quebra-cabeça apresentado desde o início começa a tomar forma, vamos recebendo pequenas pistas referente ao passado dos personagens, novos e conhecidos, que vai fazer os fãs do livro não desgrudarem da telinha.

Matérias Relacionadas
As Telefonistas
10 frases da série ‘As Telefonistas’ para refletir
Brinquedos que marcaram épocas
Netflix mostra que brinquedo não é coisa de criança em novo documentário
Everything Sucks
Everything Sucks: Com nostalgia dos anos 90, Netflix divulga teaser e data de estreia de sua nova série
Barbra, Funny Girl
Netflix entrega presente de natal antecipado aos fãs de Barbra Streisand

Deixe um comentário

quinze − 6 =