Home > Design > Mary Up: Ilustrador lança trabalho autoral com fotos e quadrinhos inspirado em pin-ups reais

Mary Up: Ilustrador lança trabalho autoral com fotos e quadrinhos inspirado em pin-ups reais

20 de dezembro de 2016, por Daise Alves
Design
Mary Up

Não é de hoje que as mulheres são grandes inspirações para personagens femininas fortes em histórias em quadrinhos. Mulher-Maravilha, Supergirl, Mulher-Gato, Arlequina e até a Mônica do Maurício de Souza pode se encaixar nesse perfil. Entre as personagens mais vintage de destaque, ainda podemos citar Katy Keene, Betty e Veronica distribuida pela Archie Comics e Daisy Mae dos quadrinhos Li’l Abner, entre tantas outras.

Inspirado nesse universo e na paixão pelas pin-ups, o ilustrador Paulo Borges lançou a revista em quadrinhos que trabalha com uma narrativa mista que envolve fotos, Ilustrações e textos, que conta uma trama policial envolvendo o universo das pin-ups baseado em garotas da vida real. Com uma estética noir, Mary e suas amigas vivem em uma cidade pacata e tranquila, porém um assassinato misterioso terá como principal suspeita uma de suas amigas.

Em meio a esse mistério, as garotas se reúnem e fazem sua própria investigação, nascendo a Mary UP – Agência de Investigações, com as belíssimas e habilidosas agentes pin-ups em uma história cheia de suspense, ação e aventura.

Mary Up

Esboço do quadrinho Mary Up (Foto: Divulgação)

As personagens do livro são todas baseadas em modelos reais que participam rotineiramente de sessões fotográficas com o fotógrafo Sander Antonelli Jr. Numa dessas sessões, o tema foi a estética pin-up e a partir deste ensaio surgiu a ideia de escrever um roteiro para uma publicação nova em HQ totalmente independente.

Enquanto Sander produzia as fotos, Paulo ficou responsável por transformar cada uma das modelos em uma versão gráfica em cartoon. As personagens principais mantiveram os respectivos nomes das modelos (o primeiro de cada uma elas): Mary Silva, Brendalyn Milan, Ana Carolina Massagardi, Camila Tibério e Nathalia Ladislau.

Mary Up

As pin-ups que inspiraram o quadrinho (Foto: Sander Antonelli Jr)

Mary – ela é a protagonista e responsável por montar a equipe de investigação. Dotada de um espírito de liderança nato e extrema inteligência, tem uma capacidade de dedução em resolver enigmas acima da média. Além dessas características, o ilustrador procurou destacar no desenho o seu charme e sorriso encantadores.

Mary Up

Mary Silva (Foto: Sander Antonelli Jr | Desenho: Paulo Borges)

Brendalyn – Pivô da trama. Cantora bela e talentosa e que despontava nos shows até ser incriminada injustamente por um assassinato. O destaque foi para o seu charme ao se apresentar em público.

Brendalyn

Brendalyn Milan (Foto: Sander Antonelli Jr | Desenho: Paulo Borges)

Nathalia – Audaciosa, sedutora e que age por impulso. Destaquei sua capacidade de improviso em várias situações.

Mary Up

Nathalia Ladislau (Foto: Sander Antonelli Jr | Desenho: Paulo Borges)

Ana – Meiga, fiel ao grupo e delicada, mas o grande destaque é a força física quando é colocada à prova. O cuidado visual foi em manter a delicadeza e ao mesmo tempo mostrar essa força que é um dos destaques da personagem.

Mary Up

Ana Carolina (Foto: Sander Antonelli Jr | Desenho: Paulo Borges)

Camila – Diplomática e Elegante, Camila se destaca pelo sua habilidade em espionagem e disfarces. Visualmente o cuidado foi em destacar toda essa elegância mesmo em situações adversas.

Camila Tibério

Camila Tibério (Foto: Sander Antonelli Jr | Desenho: Paulo Borges)

Produzido por meio de financiamento coletivo em tamanho 16,5cm x 25cm, 52 páginas, preto e branco, em papel couché fosco LD 115 g/m2 e capa colorida em papel tríplex LD 300 g/m2, para o autor, que levou 6 meses para produzir o projeto, a maior dificuldade desde o início foi caracterizar todas as personagens na versão “história em quadrinhos” de forma que fossem facilmente identificadas durante a experiência de leitura.

Mary Up - Agência de Investigações

Capa do quadrinho Mary Up – Agência de Investigações (Foto: Divulgação)

“Manter visualmente todos os seus aspectos físicos porém com uma versão cartoon que fogem de um realismo fotográfico.”, diz Paulo Borges sobre sua maior dificuldade neste projeto.

Lançada na CCXP em novembro deste ano, os interessados podem adquirir um exemplar pelo valor de R$ 25 na página oficial do projeto, Mary-Up. O frete é grátis para todo território nacional.

Na próxima sexta-feira (23), a partir das 19h30, haverá o lançamento oficial com noite de autógrafos na Livraria Leitura no Max Shopping em Jundiaí. O encontro ainda contará com a participação das modelos Mary Silva e Ana Carolina, pocket show com Tiger da banda Old Black Joe e Rodolfo Torricelli no baixo acústico, além de Jessel Rockergirl & The Rock Jive Dancers.

Ilustrador profissional desde 1987, Paulo trabalhou como Desenhista de Histórias em Quadrinhos por 9 anos pela Editora Abril, o qual participou de vários títulos das revistas Disney. Entre seus trabalhos de maior destaque está o projeto que realizou para a Editora Globo, para ilustrar os 10 mais importantes livros de Monteiro Lobato.

Matérias Relacionadas
Mulher-Maravilha
Veja a história da Mulher-Maravilha sob os impactos da estética e da moda
Quadrinista que revolucionou os personagens da DC Comics vem ao Brasil
O centenário de Bob Kane, roteirista e desenhista que criou o Batman
São Paulo dos Mortos traz drama, comédia e terror a HQ nacional em preto e branco

Deixe um comentário

5 × 3 =