Home > Cinema & TV > Pin-up das trevas: 11 curiosidades sobre Elvira que provavelmente você não sabia

Pin-up das trevas: 11 curiosidades sobre Elvira que provavelmente você não sabia

10 de fevereiro de 2017, por Carolina May
Cinema & TV

Morticia Addams, A Noiva de Frankenstein, Vampira e Lily Munster. Toda ícones femininos cult do horror. Todas essas beldades tiveram seus momentos, seja na televisão ou no cinema. Cada uma com sua personalidade única, ganhou o coração de milhares de adoradores do gênero – seja horror ou até mesmo a comédia. Algumas, apesar de terem caído no esquecimento da grande massa, tornaram-se imortalizadas, além de serem referência na cultura pop, graças aos fãs.

Mas dentre estas beldades macabras, há uma (não mencionada acima) que se destaca e, mesmo 35 anos após a sua criação, mantém-se ativa, enxuta e ainda mexe com o imaginário masculino. É ela, a Rainha da Sessão da Tarde e das Trevas: Elvira, consagrada personagem de Cassandra Peterson e definitiva horror pin- up.

A caçula das “damas da noite” nasceu em setembro de 1981, no programa Elvira’s Movie Macabre (Filmes Macabros da Elvira, em português). Desde então, mesmo com o fim do programa em 1986, ela não saiu de cena. Cassandra soube investir em sua icônica personagem, que possui uma legião de fãs em todo o mundo e de todas as idades. Uma carreira longa e cheia de curiosidades. Por isso, listamos 11 curiosidades sobre a Rainha das Trevas que você provavelmente não sabia.

Uma das fotos mais famosas de Elvira (Foto: Reprodução)

Uma das fotos mais famosas de Elvira (Foto: Reprodução)

1 – Ela conheceu Elvis Presley

É isso mesmo, ela conheceu o Rei do Rock. Mas, o encontro aconteceu antes de Elvira existir, na década de 1970 (Será que o nome “Elvira” é uma homenagem a Elvis?), em Las Vegas. Cassandra Peterson era uma showgirl de 17 anos no Viva Les Girls, no The Dunes. Foi lá que ela encontrou o rei. Anos mais tarde, Peterson comentou sobre o caso para o site Den of Geek:

“Ele cantou para mim. Quando estava com Elvis, eu o conheci em Las Vegas como dançarina, e fui para o quarto dele. Ele se sentou no piano e cantou uma canção para mim, que estava sentada com ele. Comecei a cantar junto e ele disse: ‘Você tem uma voz bonita. Por que não começa a cantar? Por que não deixa de ser dançarina e vai ter aulas de canto? Torne-se uma cantora. Isso é Vegas, não é lugar para uma garota’. Eu aceitei o conselho e no dia seguinte procurei um professor de canto. Depois, eu acabei largando e fui para Europa, onde tentei me virar cantando”.

Foto: Reprodução

Elvira usa a camiseta de Elvis Presley em Elvira, Mistress of the Dark (1988) – Foto: Reprodução

2 – Cassandra leva 90 minutos para se caracterizar

Figurino, peruca e maquiagem. Todo o processo de transformação de Cassandra para Elvira leva cerca de uma hora e meia. É isso mesmo! A personagem é como uma drag queen, brincaria Peterson posteriormente. Veja a transformação no vídeo a seguir:

3 – Maila Nurmi, a Vampira já processou Elvira

Passados seis anos após a morte do apresentador de filmes de terror Larry Vincent (1924-1975), do programa Fright Night, os produtores decidiram trazer o programa de volta. Desta vez, eles queriam uma mulher à frente da produção. Inicialmente, eles pensaram em Maila Nurmi (1922-2008), intérprete da personagem Vampira, que já havia comandado um programa similar, o The Vampira Show, que foi ao ar de 1954 a 1955. Nurmi trabalhou no projeto por um breve período, mas ela acabou desistindo.

Com a recusa, os produtores resolveram apostar em uma jovem para estrelar o programa, abrindo um teste para elenco. Dentre 200 candidatas, Cassandra Peterson ganhou o papel. Os produtores deixaram a cargo de Peterson a criação da personagem, e com a ajuda de seu amigo Robert Redding, ela criou seu alter ego. Surge, então, Elvira e o Movie Macabre, programa que apresentava filmes de horror lado B (filmes de baixo orçamento).

Com o nascimento de Elvira e seu programa, Maila processou Peterson por apropriação de personagem. Além das semelhanças no visual, o design básico (vestido e cabelos pretos), os encerramentos dos programas eram bem parecidos. Elvira desejava a sua audiência “sonhos desagradáveis”, enquanto que Vampira dizia em seu programa “sonhos ruins, queridinhos”. No entanto, o processo não teve êxito, decidindo a favor de Cassandra Peterson.

Maila e Cassandra se enfrentaram nos tribunais. (Foto: Reprodução)

Maila e Cassandra se enfrentaram nos tribunais. (Foto: Reprodução)

4 – Elvira tem seis discos lançados

O sucesso de Elvira não se limitou ao Elvira’s Movie Macabre. Em 1982, Cassandra Peterson lançou pela Rhino Records o disco Elvira and the Vi-Tones. Ao invés de assinar o vinil com seu nome, resolveu prosseguir com a publicidade de sua personagem. Ela gravou mais cinco discos.

São eles: Vinyl Macabre (Rhino Records, 1983), Elvira Presents Haunted Hits (Rhino Records, 1987), Elvira Presents Monster Hits (Rhino Records, 1994), Elvira Presents Revenge of the Monster Hits (Rhino Records, 1995) e Elvira’s Gravest Hits (Shout! Factory, 2010). Além disso, Cassandra Peterson participou de uma banda de rock italiana chamada I Latins Ochanats and the Snails, durante os anos 70.

Capa do primeiro disco de Elvira. (Foto: Reprodução)

Capa do primeiro disco de Elvira. (Foto: Reprodução)

5 – Entre patrulheiros: Elvira em CHIPs

Elvira fez diversas aparições especiais em filmes e séries de TV. Dentre elas, a Rainha das Trevas participou em 1982 do quarto episódio da sexta temporada (intitulado Rock Devil Rock) de CHIPs, famosa série que contava as aventuras dos patrulheiros Frank “Ponch” Poncherello e Jon Baker, interpretados por Erik Strada e Larry Wilcox, respectivamente. Nesta participação especial, Elvira está com um visual menos ousado do que o habitual.

Elvira e Erik Strada nos bastidores de CHIPs. (Foto: Reprodução)

Elvira e Erik Strada nos bastidores de CHIPs. (Foto: Reprodução)

6 – Elvira teve duas datas em sua homenagem

Com o sucesso estrondoso da personagem e a Elviramania rolando nos Estados Unidos, nos anos de 1984 e 1985, as cidades de Los Angeles e Atlanta determinariam os dias 9 de março e 26 de outubro, respectivamente, o “Dia da Elvira”.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

7 – Elvira nas histórias em quadrinhos…

A Rainha das Trevas também marcou território no universo dos quadrinhos, deixando sua marca nas grandes DC e Marvel Comics. Com o sucesso de seu primeiro filme, Elvira, Mistress of the Dark (1988), a Marvel publicou a adaptação quadrinizada do filme. Já na DC Comics, ela foi a anfitriã da série House of Mystery (1986), além de algumas edições especiais. A partir de 1993, ela também teve uma série publicada pela editora Claypool Comics, que durou 166 edições.

Capas de House of Mystery (DC), da quadrinização oficial de seu filme (Marvel) e da sua série pela Claypool. (Foto: Reprodução)

Capas de House of Mystery (DC), da quadrinização oficial de seu filme (Marvel) e da sua série pela Claypool. (Foto: Reprodução)

8 – …e nos desenhos animados

Em 1992, ela ganhou uma versão animada em The Ketchup Vampires. Além disso, no seriado Os Simpsons, a personagem Booberella é claramente uma sátira de Elvira.

Personagem Booberella, de Os Simpsons. (Foto: Reprodução)

Personagem Booberella, de Os Simpsons. (Foto: Reprodução)

9 – A Rainha das Trevas na luta pela causa animal

Durante os anos 90, Elvira emprestou sua imagem em prol aos animais, filiando-se ao PETA (People for the Ethnical Treatment of Animals), tornando-se uma grande ativista pela causa. Ela participou de diversas campanhas e palestras, com o objetivo de reduzir os crimes contra os animais. Por conta de seus trabalhos pela causa, Cassandra Peterson recebeu o Prêmio Humanitário. A atriz também é vegetariana.

Elvira e seu "pet punk", em Elvira, Mistress of the Dark (1988). (Foto: Reprodução)

Elvira e seu “pet punk”, em Elvira, Mistress of the Dark (1988). (Foto: Reprodução)

10 – Elvira +18: Beba com moderação

A personagem de Cassandra Peterson tornou-se uma máquina de fazer dinheiro. Além de suas participações em programas de TV, séries e filmes, uma série de produtos com a marca “Elvira” foram (e ainda são) lançados, tais como: fantasias, maquiagens, bijuterias, cards, jogos de videogame, roupas, calendários e perfumes (que não utilizam animais para testes). Mas, os produtos da Horror Diva não pararam na indústria da moda e dos cosméticos. Em 1996, ela lançou sua marca de cerveja, a Elvira’s Night Brew e, em 2012, seu vinho, o Macabrenet, um cabernet Sauvignon 2008.

 A cerveja Night Brew e o vinho Macabrenet. (Foto: Reprodução)

A cerveja Night Brew e o vinho Macabrenet. (Foto: Reprodução)

11 – Ela quase esteve no Brasil

Elvira seria uma das atrações Meet & Greet (conheça e cumprimente, em português) da Brasil Comic Con de 2014. Sua participação no evento seria no dia 15 de novembro, onde ela tiraria foto com os fãs. Mas, faltando alguns dias para a convenção, Cassandra Peterson anunciou o cancelamento de sua vinda através do Twitter.

“Peço desculpas aos meus fãs do Brasil, devido a circunstâncias fora do meu controle, eu não poderei comparecer à exposição em São Paulo em novembro. Sinto muito”, lamentou a atriz na rede social. Além do tuíte de Peterson, que não explicava seu repentino cancelamento, não houve justificativa por parte da empresa Yamato, responsável pela Brasil Comic Con; exceto o anúncio no site e Facebook, dizendo que Peterson cancelara sua participação no evento “devido a motivos de força maior”.

Anúncio oficial de Cassandra Peterson como convidada da Brasil Comic Con 2014. Abaixo, tweet de Peterson. (Foto: Reprodução)

Anúncio oficial de Cassandra Peterson como convidada da Brasil Comic Con 2014. Abaixo, tweet de Peterson. (Foto: Reprodução)

Matérias Relacionadas
Novo filme de terror tem a câmera Polaroid como tema principal
Casamento Macabro
Escape 60 Xtreme lança sala “Casamento Macabro”, inspirada em história de terror
Elvira, a rainha das trevas
Livro de fotos comemora os 35 anos do lançamento de ‘Elvira, a rainha das trevas’
Dracurella
Estrelado por Dracurella, editorial pin-up de Halloween tem inspiração em ‘A Noiva de Frankenstein’

1 Response

Deixe um comentário

14 + 13 =