Home > Destaque > Playing for Change: Artistas de rua e clássicos da música em prol de mudanças globais

Playing for Change: Artistas de rua e clássicos da música em prol de mudanças globais

14 de dezembro de 2016, por Ricardo Biserra
Música

O que começou como um documentário da PBS inspirado pela paixão e energia do músico Roger Ridley e do produtor musical – ganhador do Grammy – Mark Johnson, tornou-se um fenômeno mundial sobre inspiração através da música. Assim, começou uma das jornadas mais incríveis da música: juntar artistas de rua de vários países para que eles tocassem pela paz, no projeto Playing for Change.

Johnson viajou o mundo gravando e filmando músicos de diferentes fés, passados, etnias e misturou suas contribuições em um único e emocionante show. Muitos destes artistas nunca haviam se conhecido pessoalmente, mas seus talentos se identificaram através da música.

(Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

Show no Bourbon Street Music Club, em São Paulo, no dia 4 de dezembro (Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

Johnson explicou o processo: “Nós colocamos o som que um músico fez em cima de outro. Eles conseguiam ouvir o que tinham gravado antes deles e achavam uma maneira de se incluir para fazer com que a faixa se tornasse universal”. O produto final virou um documentário chamado “Playing For Change: Peace Through Music”.

O Vídeo “Stand By Me” tornou-se um viral no youtube e até hoje já teve mais de 90 milhões de acessos. Alguns dos músicos do documentário se juntaram pela primeira vez para uma apresentação ao vivo para o festival SXSW 2009 como a banda “Playing for Change”. Desde então, eles começaram a excursionar e fizeram uma série de shows esgotados.

(Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

(Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

Além disso, ficaram com o primeiro CD/DVD “Playing for Change – Songs Around the World”, lançado neste mesmo ano, no Top 10 da Billboard. O segundo trabalho, “Playing for Change Live”, foi lançado no ano seguinte. Em 2014, lançaram o 3º album: “PFC 3: Around the World”, que contou com as participações de Keith Richards, Sara Bareilles, Keb’ Mo’, entre outros, incluindo 180 músicos de 31 países.

Neste mesmo ano, na turnê de lançamento do disco pelo Brasil, acabaram gravando um DVD. Chamado “Live In Brazil”, que foi lançado no finalzinho de 2015 e foi a base dos shows no Brasil em 2016, realizados em São Paulo (4 e 5 de dezembro), no Bourbon Street Music Club, e em Florianópolis (11 de dezembro).

(Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

(Foto: Ricardo Biserra | Universo Retrô)

Nos shows do Brasil, o ‘Playing for Change’ promoveu um encontro de 15 músicos de diversos países em tributo ao artista cubano Ibrahim Ferrer, do Buena Vista Social Club. No repertório do projeto, clássicos como I’d Rather Go Blind, Get Up Stand Up e Stand By Me.

Gravado em Curitiba no Teatro Ópera de Arame, o DVD Live In Brazil foi feito em homenagem ao público brasileiro que é um dos mais hospitaleiros do mundo e um dos principais na carreira da banda. Confira o vídeo de Stand By Me:

Matérias Relacionadas
Joe Louis
Festival BB Seguridade de Blues e Jazz chega a São Paulo no dia 1 de julho em evento gratuito
Samsung Blues Festival
Samsung Blues Festival mantém viva a energia do blues no Teatro Opus
Festival internacional de jazz, blues e soul chega à 9ª edição na cidade histórica de Paraty (RJ)
Blues
Samsung promove ‘Mostra Blues’ e prepara a cidade para imersão no universo desse gênero musical

Deixe um comentário

3 × 3 =