Home > Destaque > Um guia de sobrevivência para iniciantes no Festival Psycho Carnival de Curitiba

Um guia de sobrevivência para iniciantes no Festival Psycho Carnival de Curitiba

12 de janeiro de 2016, por Mirella Fonzar
Lifestyle
Mutant Cox

Um dos maiores festivais do mundo dedicado ao Psychobilly, o Psycho Carnival pode ser considerado um mini Viva Las Vegas brasileiro, já que se mantém cada vez mais consolidado na cena e atrai visitantes de todo mundo há mais de 15 anos. Chegando à sua 17º edição, o evento realizado no feriado de carnaval, em Curitiba, acaba reunindo amantes da cena “billy” de modo geral – psychobillies, hillbillies e rockabillies -, em meio a muita música, comércio alternativo e retrô, entre outros destaques.

Em 2016, o festival acontece entre os dias 4 e 8 de fevereiro no Jokers Pub, tradicional casa de shows da capital paranaense. Com um line-up que promete fazer dessa uma das maiores edições já realizadas, o evento traz atrações históricas da cena mundial, como Frantic Flintstones, Guana Batz, Cenobites, The Meantraitors, Spellbound, The Surf Rats, The Frogz e muito mais. Organizado por Vlad Urban, o Psycho Carnival faz parte da programação oficial do Carnaval de Curitiba, que também abriga a Zombie Walk e o Curitiba Rock Carnival, ambos eventos gratuitos.

Curitiba Rock Carnival

Curitiba Rock Carnival (Foto: Paulo Nojento)

Para quem já conhece o festival, costuma-se dizer que a contagem regressiva para uma nova edição começa assim que a última se encerra. A expectativa para saber o line-up, a escolha do próximo hotel com os amigos, a busca por passagens aéreas promocionais e assim por diante. No entanto, para quem pretende ir pela primeira vez ao evento e não faz a menor ideia do que vem pela frente, apresentamos a seguir um manual de sobrevivência para o Psycho Carnival, com dicas imprescindíveis para curtir ao máximo esse super festival e ainda fugir do ziriguidum.

  1. Não tenha receio de ir sozinho ao evento. É muito provável que você faça muitos amigos e conheça bastante gente diferente durante o festival. Sem contar que pode ser até interessante ser “forever alone” quando se tem boa música e cerveja gelada. Se joga!
  2. Se você não tem o privilégio de morar em Curitiba ou ter amigos que moram, na hora de escolher um hotel para se hospedar, vale levar em consideração a distância entre os locais dos shows e bares onde o pessoal costuma ficar, já que a economia com taxi garante mais grana pra curtir a viagem.
  3. Não deixe para comprar os ingressos do evento de última hora, pois existe a possibilidade deles se esgotarem ou simplesmente ficarem mais caros. Atualmente, o passaporte para 3 noites custa R$ 230, enquanto 4 noites saem por R$ 260. Lembrando que também é possível comprar as entradas individualmente.
    Psycho Carnival

    Psycho Carnival (Foto: Paulo Nojento)

  4. Fique de olho no dia e hora que se apresentam suas bandas preferidas. Não vá perder nada pois ficou até tarde no bar, dormiu demais ou resolveu fazer aquele topete super elaborado. Lembre-se que os shows acontecem a tarde no Curitiba Rock Carnival e a noite no Psycho Carnival – em locais diferentes. Programe-se que não perderá nada!
  5. Aproveite bem o café da manhã do hotel (ou de onde tiver), para economizar nas outras refeições do dia e ainda sustentar a maratona de shows durante o dia e a noite. Tente evitar comer alimentos muito gordurosos ou de procedência duvidosa. Ninguém quer ter um “piriri” e perder nada, não é mesmo?
  6. Leve uma bolsinha com medicamentos que costuma tomar. Remédios de dor de cabeça, antiácidos, etc. Mas, tente cuidar da sua saúde pra não precisar usar nada disso. Alimente-se bem, tome bastante água durante o dia e tente não dormir tão tarde (ou cedo), já que o dia seguinte será longo e você precisa de disposição.
    Curitiba Rock Carnival

    Curitiba Rock Carnival (Foto: Paulo Nojento)

  7.  Não entre na onda da galera que fica no bar até 10h da manhã. Depois dos shows à noite, tente descansar um pouco pra curtir os outros dias e não queimar a largada. Beba com moderação e entenda seus limites. Assim, você não perde nadinha.
  8.  Se achar que precisa dormir para aguentar as maratonas de shows, aproveite o intervalo depois do Curitiba Rock e antes do Psycho Carnival para tirar aquela sonequinha renovadora e aproveitar a noite. Esse é o horário que o pessoal costuma ir para seus hoteis/casas para se arrumar.
  9. Quando for arrumar a mala já programe os looks que vai usar pra não levar nada demais ou de menos. Esqueça os penteados e makes super elaborados, você não terá muito tempo pra isso (pelo menos se quiser aproveitar tudo_. Tente optar por um visual mais fácil de montar, abuse dos acessórios e use sempre roupas e sapatos confortáveis. Fica difícil aguentar um salto 15 o dia inteiro.
    Psychobilly Girls

    Psychobilly Girls (Foto: Paulo Nojento)

  10. Cheque a previsão do tempo, mas sempre leve opções de roupas para diferentes tipos de temperatura. Faça chuva ou faça sol, não tire o guarda-chuva da bolsa.
  11. Tenha em mãos os endereços e telefones que precisa, caso fique sem bateria no celular. Hotel, locais de shows, números de amigos, bares que sua turma costuma ir, etc.
  12.  Tente andar sempre em grupo e não dê muita bobeira na rua, principalmente em locais que você não conhece. Lembre-se que é Carnaval e os assaltos aumentam nessa época do ano, independente de onde estiver.
    Psycho Carnival

    Psycho Carnival (Foto: Paulo Nojento)

  13. Caso seja necessário, por conta de sua localização, utilize aplicativos de taxi e aproveite para rachar o valor da corrida com seus amigos.
  14. Aproveite a ida à cidade para visitar pontos turísticos, principalmente na terça-feira, quando a maratona de shows já terminou.
  15. Aproveite para visitar os os brechós e sebos da cidade. Por lá é possível encontrar peças vintage super legais e com preços bastante justos.


Dicas extras dos editores:

Bar das Chinas – Localizado no centro, o boteco preferido da turma psychobilly é onde a galera se concentra no intervalo dos shows. Independente do horário que você aparecer, encontrará algum topetudo por lá tomando aquela gelada por um precinho camarada. Dica: Cuidado com a batida de maracujá; docinha, porém traiçoeira. E, nunca, sob hipótese alguma, coma nada por lá. Os banheiros também não são muito legais.

Cerveja oficial do Psycho Carnival – Não saberíamos dizer se este ano segue o mesmo padrão, mas, em algumas edições, a organização do evento disponibilizou apenas a cerveja artesanal Diabólica (amada por muitos, odiada por outros). Portanto, não se assuste se não tiver a possibilidade de tomar outros tipos de cerveja. O custo em 2015 por um copo de Diabólica era de R$ 10. Será que vai inflacionar esse ano e ter alguma outra variedade?

Matérias Relacionadas
O que Psychobilly e ficção científica têm em comum? Descubra na nossa Playlist “Uma Viagem das Galáxias”
Tiger Army
Pela 1º vez no Brasil, banda de psychobilly ‘Tiger Army’ fará dois shows no país em abril
Banda The Porres retorna com novo vocalista, músicas e shows programados
Nekromantix
Nekromantix, uma das maiores bandas de psychobilly, está de volta ao Brasil para dois shows

Deixe um comentário

5 × cinco =