Home > Design > Vanish lança comercial sobre evolução da moda, mas peca nas referências

Vanish lança comercial sobre evolução da moda, mas peca nas referências

3 de março de 2017, por Daise Alves
Design
Comercial Vanish

No dia 13 do mês passado, a Vanish – conhecida por tirar manchas das roupas – publicou em seus canais o vídeo de sua nova campanha “Evolua Seus Looks”. A proposta é que seus consumidores inspirem-se nas décadas passadas para criar looks atuais, lembrando sempre de usar os produtos Vanish, que, segundo a marca, preserva todos os tipos de tecidos e cores.

Com o conceito bem amarrado, a proposta é ótima se não houvesse falha na produção. O vídeo de 39 segundos, é semelhante aos típicos vídeos de transformação do Buzz Feed, e inicia deixando o cenário à mostra de forma proposital, mas que nesse caso não dá charme nenhum ao comercial.

O vídeo inicia com a frase “A moda evolui sempre. #EvoluaSeusLooks” e, então, começa apresentando o que seria a moda dos anos 30, que confunde referências com os anos 50, inclusive em relação ao penteado da época e ao figurino à la “New Look” de Dior. Além disso, não mostra o que seria a moda dos anos 40, pulando essa, que foi uma década super importante para a história da moda.

Comercial Vanish

A moda anos 30 no comercial de Vanish, com referências dos anos 50 (Foto: Reprodução)

Ao nos apresentar o que seria a moda dos anos 50, vemos mais referências sixties, com saia acima do joelho com corte mais tubinho, blazer e cabelo beehive, no melhor estilo Jackie Kennedy, típicos dos anos 60, do que o glamour dos anos de 1950. Os anos de 1960, inclusive, que são marcado pelo boom da minissaia, também não são apresentados no vídeo.

Comercial Vanish

Anos 50 no comercial de Vanish, com referências dos anos 60 (Foto: Reprodução)

O comercial segue, então, nos mostrando o esteriótipo do que seria a moda hippie dos anos 70 para, em seguida, sermos apresentados à explosão de cores dos anos 80.

Vanish Comercial

Anos 70 no comercial de Vanish (Foto: Reprodução)

Vanish

A explosão de cores no comercial de Vanish sobre o que seria a moda dos anos 80 (Foto: Reprodução0

Essa é a primeira parte do vídeo, que é concluída com a frase “Suas roupas evoluíram, o jeito de tirar manchas também”. Dá início então ao desfecho do comercial que destaca as características do produto, fechando com o seu conceito “Acredite no Rosa. Esqueça as manchas”.

É comum o senso popular confundir o que seriam as décadas de 50 e 60; inclusive, nós já fizemos uma matéria aqui no Universo Retrô, abordando justamente as diferenças entre esses períodos, em relação à música, moda, etc.

Isso acontece, pois desde sempre recebemos muitas influências americanas e, por conta da falta de tecnologia na época, as novidades acabavam chegando com um certo atraso no Brasil, fazendo realmente com que as referências de ambas as décadas se misturassem em nosso país. Por isso, é até aceitável que existam essas confusões entre as décadas.

No entanto, estamos falando de uma marca de alcance global e, como toda grande marca, a Vanish tem grande poder de influência. Por isso, não podemos aceitar que empresas desse porte promovam seus produtos com uma proposta em que fica nítida a falta de referências e pesquisas para o desenrolar do comercial, considerando a quantidade de “profissionais” que estão envolvidos, iniciando assim a disseminação de um conceito errôneo entre seus consumidores.

Essa influência fica nítida quando vemos alguns comentários em sua página no Facebook, quando algumas seguidoras comentaram que amaram os looks dos anos 50 e que obtêm como interação uma resposta padrão.

Facebook Vanish

(Foto: Reprodução)

Facebook Vanish

(Foto: Reprodução)

Se esse formato de pular algumas décadas em um vídeo, que tem como proposta apresentar a evolução da moda, é proposital, não sabemos. Se havia pouca verba ou pouco tempo – como tudo na publicidade – para compilar todo o material produzido, também não podemos afirmar com certeza. Mas, fica a reflexão sobre até que ponto podemos aceitar que marcas promovam conceitos errados para destacar seus produtos e influenciar seus consumidores?

Matérias Relacionadas
Comercial Bauducco
Encontro de Gerações: Novo comercial da Bauducco mostra choque de gerações
Comercial Honda
Honda dá vida a fotos de celebridades na juventude em comercial para Super Bowl
Comercial Budweiser
Novo comercial da Budweiser conta a história do alemão fundador da empresa no ano de 1857

3 Responses

  1. Não sei se a desculpa seria falta de tempo, mas sim de programação para a produção.
    Acho que quanto maior a equipe, mais dificil de conseguir um resultado legal em pouco tempo.
    A 5 anos atras, fizemos um video exatamente nesse molde, com referencia de todas as decadas, para um espetaculo de dança com o tema moda.
    Apesar de ser simples, conseguimos, com 1 maquiador, um cabelereiro e duas figurinistas, produzir em 7 horas.
    Se quiser dar uma olhada e dar sua opinião, fica o link abaixo:
    https://vimeo.com/33407663

Deixe um comentário

19 − catorze =