Home > Design > 10 jogos essenciais para curtir a volta do Mega Drive

10 jogos essenciais para curtir a volta do Mega Drive

4 de janeiro de 2017, por Lucas Vieira
Design
Mega Drive

O mundo retrogamer está em polvorosa. A Tec Toy, que há vinte e oito anos representa a Sega no Brasil, relançará em 2017 um super produto para os brasileiros: um novo Mega Drive, com inspiração em seu modelo original, lançado no Japão em 1988.

O console – que já está em pré-venda, pelo preço promocional de R$399,00 – foi o terceiro videogame caseiro da empresa japonesa e um sucesso na década de 1990, na geração em que a disputa entre Sega e Nintendo fervia. Originalmente acompanhado por um controle de três botões, o Mega foi lançado em diversas versões, muitas criadas pela própria Tec Toy, que comercializa o console no país desde 1990.

Nos últimos anos, o Mega Drive recebeu versões bizarras no Brasil. A entrada para cartuchos desapareceu, surgiu o “Mega Drive torradeira”, sem contar os jogos de celular que enfiaram no console e a guitarra no maior estilo “Guitar Hero”. Foram anos difíceis convivendo com os mesmos jogos na memória e muitas vezes com controles e peças internas de qualidade duvidosa.

 Vem com dezenas de jogos na memória e ainda faz torrada (Foto: Reprodução)

Vem com dezenas de jogos na memória e ainda faz torrada (Foto: Reprodução)

Apesar de não conseguir atender todas as expectativas dos fãs, chega ao mercado o console mais fiel ao original em anos. Os controles de três botões – há muito substituídos pela versão aprimorada de seis botões – voltaram, assim como a entrada para fone de ouvido, um hardware não baseado em emulação e o design clássico. De novidade, a adição de uma entrada para cartão mini SD, para quem não estiver disposto a pagar caro em cartuchos.

As queixas dos possíveis clientes começam com a falta de uma conexão HDMI, para melhorar a compatibilidade do videogame com as TVs mais novas. Em seu FAQ, a empresa argumenta: “A grande maioria das TVs à venda no mercado brasileiro dispõe de entrada de vídeo composto (RCA), compatível com a saída do Mega Drive. Acrescentar a saída HDMI ao console elevaria o preço final do produto para o consumidor sem o aumento da resolução original“.

Além de não ser compatível com HDMI, os acessórios clássicos do aparelho (Sabe o 32X? O Sega CD? Se você tem eles não vai poder ligá-los no novo Mega Drive!) e muitos jogos que exigiam mais do poder do videogame poderão não funcionar na nova versão. A volta da fabricação de cartuchos pela empresa não foi confirmada, ao contrário da produção dos controles de três botões, que podem ser adquiridos por R$49,00.

Mesmo com esses detalhes desanimadores para alguns, essa será a melhor edição do Mega Drive em anos. Ainda que seja impossível garantir quais jogos funcionarão ou não no videogame, o Universo Retrô trouxe para vocês uma lista de 10 jogos indispensáveis para o console. Será que você conhece todos? Confira!!

1 – Streets Of Rage 2: O beat em’ up definitivo. Trilha sonora impecável, gama absurda de golpes e jogabilidade que só não é perfeita por não ter “a corridinha”. Mate uma horda de punks, motoqueiros e criaturas bizarras jogando com ex-policiais, um wrestler ou um garoto de patins.

Streets Of Rage

2 – Sonic The Hedgehog 2: Tocou a musiquinha aí também? A continuação do maior clássico da Sega com o porco espinho azul a toda velocidade pelas telas, agora acompanhado da raposa Tails e com jogabilidade aprimorada e maior nível de diversão. Um plataforma clássico.

Sonic

3 – Super Volley Ball: Um jogo de esportes viciante. Apesar de ter um único cenário e os jogadores só se diferenciarem fisicamente pela cor das roupas, a música é ótima, a quantidade de jogadas é enorme, controles excelentes, sem contar o fator diversão e a competitividade no multiplayer.

Super Volley Ball

4 – Rambo III: Rambo III é um jogo estratégico. É necessário racionar vidas e armas, escolher caminhos e dar muitos tiros. É um jogo do início do Mega, usando pouco do potencial do console, porém, a parte em que você amarrava a bandana e pegava o arco e flecha é memorável.

Rambo III

5 – Golden Axe 3: Considerada a ovelha negra da saga, é o jogo com mais personagens, montarias, além da possibilidade de escolher caminhos diferentes. Ainda têm as malditas caveiras, crianças que te dão itens quando você as chuta e um vilão de tanga e capacete.

Golden Axe

6 – Bonanza Bros: Com uma dinâmica divertida, o objetivo do game é roubar uma série de itens importantes sem ter problemas com a polícia. Já ambicionando um gráfico 3D, o jogo recebeu uma remasterização bem bonita no Playstation 2.

Bonanza Bros

7 – Shinobi III – Return Of The Ninja Master – O terceiro Shinobi é um jogo lindo: diversas habilidades, fases incomuns (andar a cavalo, surfar) e muita briga com espadas e shurikens. Misturando a arte dos ninjas com tecnologia, monstros e toda bizarrice nipônica, é um dos títulos altos de ação do console.

Shinobi III – Return Of The Ninja Master

8 – Gunstar Heroes: Um jogo bem ao estilo de Metal Slug, com uma premissa hoje clássica: encher a tela de tiros, matar soldados cibernéticos, salvar vilarejos. Foi lançado em 1993 e emplacou o prêmio de jogo de ação do ano na conceituada revista EGM.

Gunstar Heroes

9 – Road Rash 2: Road Rash teria sido um jogo de moto como qualquer outro se não houvesse um fator exclusivo: a porrada. Com a possibilidade de acertar os adversários com tacos, correntes e várias armas brancas, o jogo trazia um novo jeito de vencer e zoar os outros jogadores.

Road Rash 2

10 – Mega Bomberman: Uma versão bem bonita da saga, originada de um port do Bomberman 94. Com fator diversão no máximo, o jogo se resume em encurralar inimigos com bombas, montar coelhos gigantes e assim passar as inúmeras fases ou bombardear os inimigos em batalha de até cinco jogadores.

Bomberman

Matérias Relacionadas
Conheça Cuphead, o jogo com visual dos desenhos animados da década de 1930
Atari
Atari volta ao Brasil com versão retrô; o novo modelo é lançado pela Tectoy
Tamagochi
Cultura Pop – 5 motivos que provam que voltamos aos anos 90
Decoração Games
7 itens para fazer uma decoração de videogames retrô na sua casa

Deixe um comentário

um × um =