Home > Destaque > As homenagens aos clássicos da música no 59th Grammy Awards

As homenagens aos clássicos da música no 59th Grammy Awards

14 de fevereiro de 2017, por Aline Lima
Música
Bruno Mars Grammy

A 59th cerimonia do Grammy Awards aconteceu neste domingo (12), na cidade de Los Angeles nos EUA. A celebração foi repleta de homenagens aos músicos George Michael e Prince, que faleceram no ano de 2016. Além deles, Bee Gees e Michael Jackson também foram lembrados por suas longas carreiras cheias de hits.

Paris Jackson fez a primeira homenagem da noite, ela subiu ao palco ao som de The Girl Is Mine, dueto famoso entre Michael Jackson e Paul McCartney. A garota então chamou o The Weekand, que cantou I Feel It Coming, cuja a letra homenageia o músico que faleceu em 2009.

Paris Jackson

Paris Jackson homenageia Michael Jackson (Foto: Reprodução)

Adele, que fez abertura do evento cantando Hello e levou 5 prêmios para casa, entrou no palco mais uma vez para cantar Fastlove (1996) de George Michael. A cantora ficou tão emocionada que teve que pedir para a música recomeçar pois segundo ela “Não poderia estragar a nada”.

Adele no Grammy 59º

Adele canta George Michael (Foto: Reprodução)

Com a presença de Barry Gibb, o último integrante vivo do Bee Gees e que estava na plateia, vários músicos celebraram o 40º aniversário do lançamento da trilha sonora de Os Embalos de Sábado à Noite, lançada em 1977, e que foi produzida pelo trio.

Demi Lovato cantou Stayin’ Alive, Tori Kelly veio com Tragedy, Little Big Town apresentou How Deep Is Your Love e Andra Day trouxe Fever Night. Ao final da apresentação eles se reuniram para cantar as canções mais conhecidas da banda.

 Bee Gees

Homenagem aos Bee Gees (Foto: Reprodução)

Bruno Mars subiu ao palco da premiação vestindo um terno roxo chamativo, um dos figurinos mais famosos de Prince, para cantar Let’s Go Grazy do álbum Purple Rain (1984). A parte mais empolgante da apresentação foi o solo de guitarra que deixou os fãs de boca aberta.

David Bowie, que também faleceu no ano passado, acabou ganhando 3 Grammys, por melhor álbum de música alternativa, música de rock e melhor performance de rock por seu último álbum Blackstar. O camaleão havia ganhado apenas um Grammy em sua carreira, em 1984 pelo clipe da música Jazzin For Blue Jean.

David Bowie

David Bowie (Foto: Reprodução)

Deixe um comentário

quatro × três =