Home > Destaque > Conheça a história do Halloween e suas tradições

Conheça a história do Halloween e suas tradições

15 de outubro de 2015, por Miss Dracurella
Lifestyle

Halloween é um das mais antigas e populares datas comemorativas, ficando atrás apenas do Natal. Mesmo assim, muitas pessoas continuam celebrando a data sem saber ao certo sobre suas origens e mitos. Pois saiba que conhecer a história do Dia das Bruxas torna essa festa ainda mais fascinante.

Muitas pessoas enxergam o Halloween como um momento de diversão; vestem fantasias, pedem doces ou travessuras e fazem festas. Outros veem a data com superstição, acreditando que fantasmas e espíritos ruins descem à Terra durante a noite de 31 de outubro.

Na realidade, a medida que os cristãos passaram a comemorar o Halloween, a data passou a não ser mais vista como um feriado mal e, muitas vezes, celebrada sem nenhuma referência a rituais pagãos ou ao ocultismo. Mas, o que significa de fato o Dia das Bruxas? O que há por trás dessa data macabra e divertida?

Origem do nome em inglês

A palavra “Halloween” significa “noite sagrada” ou “noite santa”. Ele vem de um termo escocês para ‘Eve à noite antes de All Hallows’ All Hallows Day (dia de todos os santos).

O Halloween

Halloween

Crianças na noite de Halloween (Foto: Reprodução)

Embora existam muitas versões sobre as origens e costumes antigos do Halloween, alguns permanecem consistentes. Muitas culturas veem o Dia das Bruxas um pouco diferente, mas as práticas tradicionais acabam sendo as mesmas.

O Halloween nasceu de uma cultura celta (Irlanda, Reino Unido e Norte da Europa), que costumava festejar o “Samhain” (31 de outubro), que significa: “Fim do verão” ou simplesmente “Novembro” e homenageia a morte. Samhain é um festival de colheita, com grandes fogueiras sagradas que marcam o fim do ano celta e o inicio de um novo.

Muitas das práticas envolvidas nesta celebração foram alimentadas por superstições. Os celtas acreditavam que as almas dos mortos vagavam pelas ruas e vilas à noite. Uma vez que nem todos os espíritos eram considerados amigáveis, presentes e guloseimas eram deixados de fora para pacificar o mal e garantir que os próximos anos de cultivos fossem abundantes. Este costume evoluiu para “Trick or Treat”, o famoso Doce ou Travessura.

Trick or Treat

Gostosuras ou Travessuras

Crianças fazendo gostosuras ou travessuras (Foto: Reprodução)

Trick or treat, ou “guising” (“disfarçar”), são tradições que começaram a partir da Idade Média. As crianças e, às vezes, adultos pobres, vestiam-se com trajes e iam de porta em porta durante Hallowmas (dia de todos os santos) implorando por comida ou dinheiro em troca de cantos e orações, muitas vezes em nome dos mortos. Isso foi chamado de “souling” e as crianças eram chamadas de “soulers”.

Mas, o ”trick or treat” tal como conhecemos começou no final de 1920. Na verdade, o mais antigo uso impresso da frase “doçuras ou travessuras” vem de Blackie, Alberta, datado de 1927 em um artigo de jornal que informou sobre brincalhões exigentes pedindo “doces ou travessuras” em casas de famílias.

O costume se tornou algo comum a partir da década de 1930. Naquela época, os jovens se aproveitavam principalmente de empresas, exigindo guloseimas enquanto os ameaçavam com truques. A maçã foi uma recompensa bem popular na época, que até originou brincadeiras tradicionais da data. No entanto, outras frutas, doces, pipocas e nozes também eram distribuídas.

Mesmo que o costume já tivesse sido inserido nas culturas e lugares, acabou acontecendo uma pausa durante a segunda guerra mundial, pela escassez de açúcar, e quando a guerra chegou ao fim, tudo voltou ao normal, porém as “travessuras” não eram mais uma ameaça, já que todos ainda tinham lembranças dos horrores da guerra.

Fantasias

Gostosuras Travessuras

Crianças fantasiadas no Halloween (Foto: Reprodução)

A ideia de fantasiar-se já era bem conhecida por outros feriados, então foi fácil inserir o Halloween no costume de grande parte da população. Desde 1900 a ideia de usar trajes especialmente de Halloween já era conhecida, os adeptos da data criavam suas próprias fantasias.

Já na década de 1930, quando a data era bem mais popular, todos ainda usavam fantasias caseiras, porém com máscaras de papelão pintadas a mão, compradas em lojas. No final de 1940 o plástico retornou com mais força e deu vida a máscaras mais reforçadas e “modernas”.

Festas e jogos

Festa de Halloween

Típica festa de Halloween (Foto: Reprodução)

Festas de Halloween para crianças e adultos eram populares no início de 1900. Fantasias danças, e comida tinham um papel importante. Festas de Halloween podiam ser grandes ou pequenas, e começaram com a iniciativa de organizações comunitárias e até mesmo igrejas. Tendo em conta os valores vitorianos da época, festas de Halloween também eram uma oportunidade para os jovens socializar, de forma “respeitável”, sob supervisão de um adulto.

Hallowen

Crianças tentando pegar maçãs com a boca, típica brincadeira da festa, 1935. (Photo by Lionel Green/Getty Images)

As brincadeiras mais populares da época incluíam maçãs, para serem pegas com a boca dentro de barris, ou pescadas também com a boca, presa em uma vara sendo puxadas do alto. As duas brincadeiras eram feitas com os olhos vendados.

Assar castanhas no fogo, usar espelhos e velas para “rituais” eram jogos usados para aprender sobre o amor, futuro, fama, casamento e fortuna. Muitos destes rituais vieram do exterior com os imigrantes escoceses e irlandeses e transformaram-se peças coringas em festas de Halloween.

Let’s eat, drink and be scary!

Matérias Relacionadas
Personagens de filmes de terror inspiram a moda Horror Retrô
Novo filme de terror tem a câmera Polaroid como tema principal
Pin-up das trevas: 11 curiosidades sobre Elvira que provavelmente você não sabia
Casamento Macabro
Escape 60 Xtreme lança sala “Casamento Macabro”, inspirada em história de terror

Deixe um comentário

quatro × dois =