Home > Destaque > Rei da Barba projeta expansão nas regiões Sul e Sudeste do país

Rei da Barba projeta expansão nas regiões Sul e Sudeste do país

15 de outubro de 2017, por Jane Galaxie
Lifestyle
Rei da Barba

A evolução do mercado brasileiro de beleza masculina se comprova em pesquisas e também no comportamento das ruas: seja em cidades grandes ou pequenas, a quantidade de barbearias premium cresce proporcionalmente ao número de homens que ostentam cabelos e pelos faciais bem cuidados. “Não se trata de um business da moda, mas sim de um negócio eterno que vende uma necessidade básica e tem expansão garantida para os próximos 20 anos”, explica Rosalvo Gizzi Junior, proprietário da rede Rei da Barba.

Quando bem administrada, uma barbearia é um investimento certeiro por vender um serviço essencial e fazer parte de um mercado mais do que aquecido: um levantamento do Instituto Gallup/Allergan mostra que 75% dos brasileiros se preocupam em melhorar a aparência e a Euromonitor International estima que, em 2019, o Brasil seja o primeiro no ranking mundial de cuidados pessoais para homens.

Inaugurada há oito anos em Curitiba, a rede Rei da Barba iniciou um processo de crescimento responsável. Com duas lojas na capital paranaense e uma ampla unidade em São Paulo, hoje ela está pronta para ampliar trabalhando em total parceria com os seus franqueados.

Rei da Barba Barbearia

Rei da Barba (Foto: Divulgação)

“Recebemos propostas todas as semanas e já chegamos a alterar modelos de negócios para que eles se encaixem no investimento do franqueado”, conta Rosalvo que, com o início do processo de franchising, projeta um crescimento de 15 novas unidades em cinco anos. Atualmente a rede está mais focada no sul e sudeste, expandindo aos poucos antes de chegar a outras regiões.

Com uma taxa de franquia de R$ 60 mil, pagamento de royaties e fundo de Marketing, os franqueados contam com o suporte de uma equipe de especialistas que também oferecem análises de ponto e de mercado antes da criação de cada negócio. “Auxiliamos na contratação de profissionais, no treinamento e estamos juntos ao franqueado até a barbearia começar a funcionar. Orientamos com informações para a gestão, oferecemos estrutura jurídica e suporte com os fornecedores. O nosso aparato reduz a probabilidade de erro no investimento em 80%.”

Rei da Barba

Rei da Barba (Foto: Divulgação)

O pacote de benefícios também inclui assessoria de imprensa e Marketing. “Se um empreendedor optar por abrir uma marca de barbearia própria, para começar tudo do zero o investimento seria pelo menos três vezes maior.” O retorno do dinheiro investido na franquia varia de 24 a 48 meses.

Para quem tem um perfil mais investidor e menos administrativo, a rede indica  parceria com um sócio operador. “É uma espécie de gerente que vira sócio por ter conhecimento para tocar o dia a dia do negócio e ganha um porcentual mínimo para fazer a barbearia acontecer”, complementa. Na construção de uma unidade de barbearia da rede, a média de investimento é de R$ 4 mil por metro quadrado, incluindo capital de giro.

Vale lembrar que o sucesso do Rei da Barba não vem apenas dos serviços de corte, barba e estética de alto nível. Suas unidades também funcionam como um clube 100% masculino onde os homens se sentem muito à vontade, fazem networking e desfrutam de espaços de entretenimento, como charutaria, jogos, cervejaria, além de serviços de gastronomia oferecidos por uma rede de parceiros. “É um negócio em extrema expansão, temos muito mercado para atingir”, garante Rosalvo.

Matérias Relacionadas
Proprietários da 9 de Julho encerram sociedade de 7 anos; conheça a nova Barbearia Napoles
Sailor Jack, a marca retrô de cosméticos masculinos para pele, barba, cabelo e bigode
Nova barbearia do bairro de Moema, em São Paulo, integra também conceito de tabacaria
Beard And Moustache Championship
Confira tudo que rolou na II edição do ‘Beard And Moustache Championship – With Pin Ups’

Deixe um comentário

2 + quinze =