Home > Destaque > A irreverência das bandas ‘New Wave’ que uniam a energia do punk com as novas tendências

A irreverência das bandas ‘New Wave’ que uniam a energia do punk com as novas tendências

27 de fevereiro de 2018, por Zahrah Violet
Música
Devo, banda New Wave

Irreverência, cores, moda inusitada e excêntrica, ombreiras, androginia, misturas e muito glitter. Lembrou dos anos 80? Pois saiba que tudo isso foi influenciado por um estilo musical que surgiu ainda nos anos 70, em meio ao auge do movimento punk, na Inglaterra: o New Wave!

Controvérsias a parte, o New Wave, ou “nova onda” em tradução livre para o português, talvez tenha sido o gênero mais criativo do rock, influenciando praticamente toda a produção musical dos anos 80 e início dos 90.

 Zine Sniffin Glue

Capa de edição de 1976 do Zine Sniffin Glue (Foto: Reprodução)

Os primeiros registros do termo New Wave datam da metade dos anos 70, em publicações independentes, como o Zine Sniffin’ Glue (importante referência para a cultura punk), e em jornais especializados em música, como o Melody Maker.

Inicialmente, “punk rock” e “new wave” muitas vezes foram usados para denominar um só estilo, porém, estes gêneros foram revelando características distintas, mesmo dividindo a mesma cena musical.

Entretanto, logo passou-se a utilizar o termo “punk” apenas para as bandas que mantinham suas principais características a musicalidade ruidosa, letras carregadas de críticas aos problemas sociais, atitude agressiva e sem pudores, o “do It yourself”....

Já o termo “new wave”, foi designado para bandas que começavam a se afastar do punk ou que já possuíam outros elementos, como o experimentalismo, canções mais elaboradas, uso de sintetizadores, mudanças de andamento, e que incorporaram ao punk rock (que rompeu com o blues e com o rock progressivo como únicas maneiras de se tocar rock na época) com a música eletrônica, power pop, disco, mod e ska.

Músicos como Ian Dury e Elvis Costello, e as bandas The Damned, Wire, Tubeway Army (de Gary Numan, que logo seguiria sua brilhante carreira solo), Pretenders, entre outras fazem parte deste cenário.

Clube CBGB

Clube CBGB (Foto: Reprodução)

Já nos EUA, as bandas Punk apresentavam-se desde 1973 no clube CBGB, conhecido como o berço punk por lá. Patti Smith, Television, Blondie, Ramones, Misfits… Estes são apenas alguns nomes que passaram por lá.

Contudo, a musicalidade destas bandas também já apresentava mudanças no final dos anos 70, a Sire Records, gravadora que assinou contrato com novas bandas que tocavam no CBGB, procurava um novo “rótulo” para comercializá-las, já que a imprensa norte-americana considerava o punk uma “moda passageira”.

Talking Heads

Talking Heads (Foto: Reprodução)

Os New Wavers mantinham a irreverência e a energia do punk unidas a novas tendências. Um importante marco foi o lançamento da coletânea New Wave, pela Phonogram, em 1977. O Talking Heads, banda incluída no álbum, representa bem tudo o que foi descrito sobre a New Wave até aqui.

B-52’S, Nina Hagen, The Go-Go’s, Oingo Boingo, Eurithmics… são apenas uma pequena amostra de uma infinidade de bandas que vieram a influenciar não somente o cenário musical nos anos 80, mas todo o comportamento, moda, e até o cinema e televisão dos anos 80. Com a inauguração da MTV americana, em 1981, o New Wave se torna uma verdadeira febre nos EUA, além de contribuir para o desenvolvimento de mais uma das grandes contribuições da New Wave para a cultura Pop: a produção de videoclipes! Sem dúvidas, a MTV contribuiu para a total popularização da New Wave.

The Go Gos

The Go-Go’s (Foto: Reprodução)

Ao mesmo tempo que influencia novas tendências musicais, como o New Romantic, Techno Pop, House, New Beat…, o gênero perde força mesmo em meio ao grande sucesso. O termo cai em desuso na Inglaterra ainda no início dos anos 80, pois as bandas New Wave e Pop parecem soar iguais.

Muitas bandas enquadradas no estilo New Wave são bandas pop que já não possuem as características originais, trazendo apenas muitos sintetizadores e nada mais. E, enfim, no final dos anos 80, a MTV passa a se interessar mais pelo novo Hard Rock, pelo RAP, e finalmente o Grunge, nos anos 90, que acaba por engolir todo o resto por algum tempo.

E eis que, em pleno século XXI, temos um revival dos anos 80, com bandas assumidamente influenciadas pelo New Wave e Post Punk, principalmente no cenário alternativo, mas também no mainstream, como Interpol, Franz Ferdinand, Placebo e The Killers. Sem falar nas incontáveis bandas que permanecem no underground e não deixaram o New Wave acabar, além de revivals e artistas que permanecem em atividade até hoje.

NEW WAVE NO SPOTIFY

Quer conhecer mais sobre o estilo? Fizemos a playlist Descobrindo New Wave com músicas das bandas que representam esse gênero musical. Ouça:

Playlist New Wave

Capa da Playlist ‘Descobrindo New Wave’ no Spotify (Foto: Divulgação)

Matérias Relacionadas
Cindy Lauper
A moda new wave: uma viagem com muito brilho e permanente nos anos de 1980

Deixe um comentário

quatro × 1 =