Home > Design > Artesã transforma ornamentos antigos de Natal em guirlandas vintage

Artesã transforma ornamentos antigos de Natal em guirlandas vintage

15 de dezembro de 2015, por Ana Marisa Fonzar
Design

A guirlanda natalina é um dos adornos mais representativos desta época do ano. Anunciando alegria e dando boas-vindas às festas e às pessoas queridas que nos visitam, elas enfeitam e dão charme na decoração das portas de entrada ao redor do mundo. Entre seus significados, carrega símbolos de prosperidade, proteção, fartura, saúde e, claro, festividade.

Originais e criativas, as guirlandas podem ser produzidas artesanalmente com o material que quiser ou compradas prontas. Para quem não deixa o retrô e o vintage de lado nem nas datas comemorativas, apresentamos um projeto que fará seus olhos brilharem neste Natal. É o Glittermoon Vintage Christmas da artesã Cackie Trippe McCarty, residente em Richmond, Virginia, Estados Unidos.

Basicamente, desde 2011, o trabalho de Cackie é coletar ornamentos antigos de Natal, como bolinhas, papais noéis, estrelas, anjinhos, renas e afins, e usar estes materiais para criar novas guirlandas, totalmente vintage. O resultado é realmente incrível e resgata a beleza e simplicidade dos natais de antigamente. Os ornamentos podem ser encomendados por meio do site da artesã. Confira fotos abaixo:

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

 

Foto: Cackie Trippe McCarty

Foto: Cackie Trippe McCarty

A origem das guirlandas

Apesar de ter um significado importante no cristianismo, sabe-se que sua origem é bem anterior a ele. Já na época dos gregos pagãos, as guirlandas eram usadas nas portas como um “adorno de atração” aos deuses. No Egito antigo eram colocadas na entrada dos templos, nas festividades religiosas e usadas como enfeite de cabeça.

Na Idade Média, ainda não tinham muita relação com o Natal. Eram usadas o ano inteiro, mas com conotação pagã – simbolizando boas-vindas, proteção contra bruxas, demônios e má sorte, era exposta na porta dos lares junto com o brasão da família.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Já na Roma Antiga, era confeccionada com um ramo enrolado no formato de coroa (quem não se lembra da guirlanda de louro do Imperador Júlio Cesar?). Quando posicionada na porta das casas, significava saúde para todos os habitantes.

Para a igreja católica, a guirlanda significa o início do Tempo do Advento, que corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal – período de preparação para a celebração do Nascimento de Jesus. É confeccionada com ramos sempre verdes, entrelaçados em forma de círculo onde são fixadas 4 grandes velas, acesas uma a cada domingo, no altar. Quando se completam, as luzes anunciam a chegada do Cristo Salvador, trazendo esperança para toda humanindade.

Matérias Relacionadas
Os Moonkes
Os Monkees lançaram álbum de natal em outubro desse ano
PMM Natal
Em novo ensaio, PMM se inspira nas pin-ups natalinas para promover campanha de doação; saiba como contribuir
Em prédio dos anos 40, salão de beleza e espaço cultural faz sucesso em Natal (RN)
Presentes de Natal
Dicas de presentes criativos com estética retrô para presentear nesse Natal

Deixe um comentário

1 × 3 =