Home > Destaque > Breve história dos sapatos: os anos 1940

Breve história dos sapatos: os anos 1940

4 de dezembro de 2016, por Letícia Magalhães
Moda
Sapato Anos 40

A primeira metade dos anos 40 foi marcada pela Segunda Guerra Mundial e pela primeira grande entrada das mulheres no mercado de trabalho, ainda que por necessidade e por pouco tempo. Quase todo o couro disponível foi para o esforço de guerra, de modo que os materiais mais comuns para os sapatos passaram a ser tecido, madeira, cortiça, ráfia e… couro de cobra.

anos 40

Sapato dos anos 40 feito com couro de cobra (Foto: Reprodução)

Das décadas anteriores, Mary Janes e Oxfords continuaram na moda, em especial para as atividades do cotidiano. Como o náilon também estava em falta, muitas mulheres, em especial as mais jovens, começaram a usar sapatos com meia soquete, dando origem a um conhecido look colegial (como o que Shirley Temple usa em O Solteirão Cobiçado, de 1947). No final da década, o Oxford com salto se tornou popular.

Sapato anos 40

Sapatos sendo usados com meias por colegiais (Foto: Reprodução)

Foi nos anos 40 que surgiram os peep toes, aqueles sapatos com uma pequena abertura na ponta, deixando visíveis apenas dois dedos. Várias pin-ups da época, tanto de carne e osso quanto ilustradas, podem ser vistas usando peep toes.

Sapato Peep Toe dos anos 40

Sapato Peep Toe dos anos 40 (Foto: Reprodução)

Ao contrário dos bordados e cores chamativas das décadas anteriores, os sapatos dos anos 40 eram mais simples, com salto grosso e médio, refletindo a austeridade militar necessária todos os dias. Para o trabalho nas fábricas, as mulheres usavam mocassins, muito semelhantes aos calçados masculinos.

anos 40

Modelo de Oxford Militar usado nos anos 40 (Foto: Reprodução)

Se você gosta de musicais dos anos 40, já deve ter visto nos pés das estrelas o sapato mais icônico da década: as sandálias com salto plataforma (ou, para simplificar, wedgies). As mulheres tinham muito conforto usando estes sapatos, e ainda pareciam mais altas. Plataformas eram uma das marcas registradas de Carmen Miranda, nascida em Portugal, criada no Brasil e sucesso em Hollywood.

anos 40

Modelo de sapato de plataforma usado nos anos 40 (Foto: Reprodução)

No verão, as moças não desciam do salto: os calçados escolhidos para praia e piscina eram as espadrilles, com um salto plataforma menor, de corda ou cortiça, e, em geral, tecido que amarrava nas pernas. Parece familiar, não?

anos 40

Espadrilhe anos 40 (Foto: Reprodução)

Para os homens, pouco mudou. O sapato de dois tons se tornou um dos favoritos, enquanto nas horas de descanso a melhor opção era um chinelo fechado (ou loafer). A tecnologia desenvolvida na guerra ajudou a tornar os sapatos mais duráveis e resistentes.

Sapato masculino bicolor usado nos anos 40

Sapato masculino bicolor usado nos anos 40 (Foto: Reprodução)

Os anos 40 não foram fáceis, mas o cinema estava lá para servir como guia, inspiração, escapismo e também para ditar as tendências da moda. Rita Hayworth, Dorothy Lamour, Paulette Godard e Veronica Lake foram os principais nomes da moda naqueles tempos escuros, porém elegantes.

Matérias Relacionadas
4 tendências atuais de sapatos femininos que combinam com looks retrô
Memórias de São Paulo: Editorial se inspira nos anos 40 para ressaltar arquitetura histórica da cidade
Da descoberta de Carmen Miranda à Pornochanchada: Conheça a história do cinema brasileiro
Sapatos anos 40
Em filme noir, Charlotte Olympia lança coleção de calçados inspirada na década de 1940

Deixe um comentário

8 + cinco =