Home > Destaque > Banda The Porres retorna com novo vocalista, músicas e shows programados

Banda The Porres retorna com novo vocalista, músicas e shows programados

6 de setembro de 2016, por Rafael Sandman
Música

Depois um longo período de pausa, o grupo The Porres retomou as atividades com um novo vocalista. Após a saída de Thiago “Taba”, a banda entrou em um período de stand by e, depois de muita procura, encontrou um músico, instrumentista e cantor capaz de fazê-los continuar as atividades.

O show de volta e apresentação do novo vocalista Luiz “Fella” aconteceu em um bar/estúdio próximo à estação Tatuapé do metrô, em São Paulo, no último sábado, 3 de setembro. O show começou às 22h20, com a banda mostrando que ainda tinha a mesma atitude, mas com uma pegada um pouco diferente, mais tradicional do que de costume.

Novo vocalista (Foto: Divulgação)

Novo vocalista Luiz “Fella” (Foto: Divulgação)

Entre alguns covers, músicas novas como Moby Dick, e adaptações de canções do primeiro álbum Dos Males o Pior, a banda – composta por Fella (Violão, Banjo e voz), David Oliveira (Baixo), Ricardo Maians (Bateria) e Johnny Marquez (Guitarra) – mostrou uma face mais Hillbilly. Um dos destaques foi a repaginada que fizeram em “Transtorno Bipolar”, substituindo o violão base por um banjo, deixando a música com uma característica mais regional.

A banda já tem outra apresentação marcada para a próxima sexta-feira, dia 9 de setembro, à partir das 23h, no Rockerama Club, que fica localizado na rua Rui Barbosa, 401, Bela Vista – SP. Junto com eles, também vão tocar as bandas “Os Gringos”, “Guerrilha” e o Dj Rodrigo Branco, que faz parte do quadro de DJs da rádio Kiss Fm, na festa “Ace Of Spades Rock Party”.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O quarteto formado em meados de 2008, entre bares sujos e bebidas baratas, como dizem, não poderia ter outro nome senão ”The Porres”. Os integrantes do grupo paulistano são fãs do rock e country dos anos 50, mas não demorou muito para caírem de cabeça no psychobilly, o que mudou completamente o estilo da banda.

“Nesses 6 anos juntos, tivemos o prazer de conhecer pessoas e bandas muito legais em várias regiões de São Paulo, Paraná e Minas Gerais, e ter participado de grandes festas como o Psychobilly Fest (2010) Red Foot Stomp (2011), Psycho Carnival (2013), além de casas importantes de SP e interior, como Centro Cultural da Juventude (CCJ), Inferno Club, Club Outs, Hangar 110, Hocus Pocus (SJC), Soud (Sorocaba), entre outros.

DSC_0124

(Foto: Divulgação)

Recentemente lançaram o disco ”Dos Males o Pior”, com produção musical de Joe Marshall, e músicas autorais, como ”Assassinato à moda antiga”, “Mortos vivos”, “Transtorno bipolar” e “Caminhão do cão”, além de um vídeo clipe oficial para “A Maldição” e dois demo clipes de ”A cadeira elétrica” e “Transtorno bipolar”.

Matérias Relacionadas
PiraPsycho 2018
2º edição do PiraPsycho mostra resistência do gênero psychobilly no interior da capital paulista
Dj
Conheça os DJs que irão discotecar na Halloween Vintage Party
Atração do Halloween Vintage, Voodoo Brothers disponibiliza álbum ‘Green Kahuna’ em versão online
Psychobilly
Entenda o que é Psychobilly e como tudo começou

Deixe um comentário

5 × cinco =