Home > Cinema & TV > Coisa Mais Linda: figurino e cenário inspira os cinquentistas (e sessentistas) dos dias atuais

Coisa Mais Linda: figurino e cenário inspira os cinquentistas (e sessentistas) dos dias atuais

10 de abril de 2019, por Leila Benedetti
Cinema & TV
Foto Ilustrada.

Já foi publicado aqui no portal Universo Retrô sobre a nova série brasileira original da Netflix Coisa Mais Linda, estreada em março. Quem já maratonou a série não só captou a importante mensagem dada pela trama como também se deslumbrou com todo o seu visual de época, principalmente os amantes da década de 1950 e da década de 1960, que usam a série como mais uma de suas fontes de inspiração para se vestir e decorar suas casas e comércios.

Ambientada em 1959, a trama mostra todo o glamour dos anos 50. Prédios instalados no centro da cidade com portões de ferro todo trabalhado, tons em verde, materiais como madeira e carpete e muito luxo presente nas casas e escritórios lembram muito os cenários de filmes clássicos da época, como os de gênero drama e investigação.

Além dos cenários montados em estúdio, outra boa sacada da produção foi usar pontos históricos do Rio de Janeiro, entre eles o aeroporto Santos Dumont e outros ícones do modernismo, como locação para a série.

Foto Ilustrada.

Vamos fazer um minuto de pausa para admirar este revestimento de parede feito todo em madeira! (Foto: Divulgação/Netflix)

Positivamente criticado pelos portais de moda feminina, o figurino de Coisa Mais Linda faz uma mistura com as décadas de 1950 e 1960, ao mesmo tempo que vemos algumas personagens com saias godês, óculos gatinho e cabelos cacheados, vemos outras com um estilo mais ligado à beatlemania, período que só teve início em 1964, com boinas e calças compridas mais justas. Esse estilo mais avançado para a época passada na trama indica que as personagens da série são à frente de seu tempo.

Por se passar no Rio de Janeiro, claro que há muitas cenas ambientadas na praia, portanto não podemos esquecer jamais de mencionar os trajes de banho. Cinturados, das mais variadas cores e estampas e um pouco mais compridos que os modelos da década de 2000, essas peças do figurino tornam a série uma ótima influência para quem quer passar seus dias de praia ou piscina ao estilo retrô.

Foto Ilustrada

Os trajes de banho usados na série e o estilo beatlemania dos anos 60 implementado nos penteados de Malu (Maria Casadevall) e no figurino da jornalista Helô (Thaila Ayala). (Foto: Divulgação/Netflix)

Todo o aspecto visual da série foi assinado pelo diretor de arte Fabio Goldfarb, que já trabalhou em comerciais para várias marcas, além de produções nacionais para a HBO, TNT e Universal.

Matérias Relacionadas
Viagem no tempo
Você sabe qual a década mais nostálgica no Brasil atualmente?
Foto Ilustrada
Estreia hoje a segunda temporada de Samantha! na Netflix
Foto Ilustrada
Primeira imagem da live-action de A Dama e o Vagabundo é divulgada
Foto Ilustrada
Família Addams: novo remake tem seu primeiro trailer divulgado

Deixe um comentário

4 + 13 =