Home > Destaque > Como adotar o estilo retrô e não parecer que está fantasiado

Como adotar o estilo retrô e não parecer que está fantasiado

8 de julho de 2015, por Mirella Fonzar
Moda
festa-anos-60

Para quem quer levar o estilo retrô ou vintage a sério, a primeira coisa que se deve evitar é parecer que está vestido para uma festa à fantasia – a não ser que a ideia seja realmente essa; sair um pouco do convencional e brincar com algo novo num momento festivo. Caso contrário, existem algumas maneiras de incluir as referências do passado no dia a dia, misturando-as ao seu estilo pessoal e ao que lhe cai melhor, sem que pareça estar caracterizado para uma festa temática. Confira nossas dicas e arrase!

– Assuma e orgulhe-se do seu estilo

Pin-ups

Pin-ups fotógrafas em mais um dia de trabalho em Nova Iorque (Foto: Reprodução)

Primeiro de tudo, é necessário que você aceite e se orgulhe do seu próprio estilo. Se a ideia é adotar um visual inspirado nas mulheres dos anos 40 ou 50, por exemplo, não vale ter vergonha de sair na rua com um penteado mais elaborado ou uma saia godê. É claro que vão existir aqueles amigos que continuam a achar que está “caracterizada”, mas, se você se sentir bem com o que veste, ninguém tem nada que se meter. Orgulhe-se que, diferente das outras pessoas, você faz a sua própria moda e é feliz assim.

– Analise seus verdadeiros gostos

garota rockabilly

(Foto: Reprodução)

Se no seu dia a dia você não consegue inserir nenhuma referência, por mínima que seja, que remeta o seu estilo retrô e ainda acha estranho ver uma pessoa que mantém um visual assim até para ir trabalhar, significa que esse não é o seu verdadeiro estilo – desculpe ser a pessoa que vai lhe informar isso. Faça uma análise sobre seus gostos, referências e veja se está indo pelo caminho certo. Não é por que acha bonito nos outros ou todos os seus amigos usam que, necessariamente, precisa se vestir daquela maneira. Encontre o que se encaixa melhor em você e seja feliz.

– Tenha em mente que suas roupas carregam cultura

Moda anos 50 X moda da década de 60

Moda anos 50 vs. moda dos anos 60 (Fotos: Reprodução)

Antes de adotar um estilo baseado em determinada década, é importante pesquisar direitinho o que se usava em cada período para não pagar mico. É super válido misturar referências, mas, afirmar que tem um super “estilo anos 60”, sendo que suas roupas são todas inspiradas nos anos 50 não faz muito sentido. Para quem ainda não sabe, a moda das duas décadas é super diferente uma da outra. Um exemplo simples: Saias midi, anos 50. Minissaias, anos 60. Entende a diferença?

– Adote pequenos toques no dia a dia

casal rockabilly

Foto: Reprodução

Tente adotar pequenas referências retrô no seu dia a dia e, caso queira, ouse mais em dias de festa. Assim, você vai firmando seu estilo aos poucos e não corre o risco de parecer que está fantasiado toda vez que se arrumar um pouco mais para um evento. Afinal, a ideia é viver o retrô ao invés de se caracterizar para um evento temático, não é? Se não, continue a produção apenas para dias de festa que está tudo certo. O importante é ser feliz, sem rótulos!

– Cuidado com o excesso de clichês

vestido de bolinhas

Foto: Deposit Photos

Impossível não amar poás, não é mesmo? Mas, se a ideia é adotar um visual retrô, inspirado na moda dos anos 1950, é bacana saber que Ana Maria tem opções de estampas que vão muito além das famosas “bolinhas amarelinhas”. Portanto, para quê encher o guarda-roupas com bolinhas e se esquecer dos maravilhosos florais, do xadrez, e tantas outras estampas, modelos e tecidos? O estilo vintage e retrô é tão vasto que limitar-se a uma estampa ou peça é besteira. Se joga!

– Evite o excesso de informações

pin-up drag queen

(Foto: Reprodução)

Lenço no pescoço, flor no cabelo, óculos de gatinho, maquiagem carregada, vestido godê com corset, meia arrastão, sapato meia pata, luvas, penteado super elaborado… Tudo isso num mesmo look. Calma, amiga! Você não precisa usar todas as peças do seu guarda-roupas de uma vez só. Tenha sempre bom senso e equilíbrio na hora de compor o visual para que não pareça algo caricato. Sabendo balancear as informações, vai conseguir aquele visual clássico e elegante que sempre sonhou!

– Não se limite aos estereótipos

moda anos 50

Foto: Reprodução

Cuidado em ressaltar estereótipos. Por exemplo: A ideia de que as mulheres só usavam saias lápis nos anos 40 e vestidos godês nos anos 50 é muito limitada. Naquela época, além de outros modelos de vestidos e saias, usava-se também diferentes estilos de calças, como as de cintura alta e “pernas curtas” (vulgo capris) ou cintura alta com pernas mais larguinhas, que lembram quase uma pantalona. Uma dica é pesquisar e ter sempre referências legais a mão para não cair num visual estereotipado.

– O vintage é muito mais que uma moda passageira

estilo de vida rockabilly

(Foto: Reprodução)

Para muita gente o vintage/retrô é muito mais do que uma simples tendência de moda de resgate ao passado, é um verdadeiro estilo de vida. Então, além de toda a estética e tendências de moda de uma época, vale buscar mais a fundo também sobre música, cinema, decoração, comportamento, entre outras coisas que influenciaram o modo como as pessoas se vestiam naqueles tempos.

 

– O mais importante: Seja você mesmo, sempre!

rockabilly casual

(Foto: Reprodução)

De todas as dicas, essa é a mais importante: seja você mesmo e siga seus próprios gostos! Não adianta se “montar” inteiro e comprar toneladas de roupas vintage se você só vai usá-las para ir numa determinada festa uma ou duas vezes por mês, e no seu dia a dia preferir vestir algo completamente diferente. Use o que te faz sentir-se bem e bonito, quando e como quiser!

Matérias Relacionadas
Bias Closet
Bia’s Closet: marca faz peças retrô sob medida e personalizadas
Ana Narciso
Dicas para quem quer dar os primeiros passos para adotar o estilo retrô e não sabe por onde começar
Moda anos 90 da C&A
Marcas de fast-fashion investem na moda retrô para suas coleções
Como compor um look retrô da cabeça aos pés com peças fáceis de encontrar

11 Responses

  1. Pingback : Itens essenciais que toda garota pin-up deve ter no guarda-roupa | Universo Retro

Deixe um comentário

três × três =