Home > Destaque > Universo Retrô entrevista Hugo Pessôa de Os Pumas, banda sessentista que tocará na Festa Rocket

Universo Retrô entrevista Hugo Pessôa de Os Pumas, banda sessentista que tocará na Festa Rocket

7 de agosto de 2015, por Daise Alves
Música

Os Pumas é uma banda mod paulistana com influências de garage e rhythm & blues, com pitadas generosas de psyche, jovem guarda e tropicália. Formada em 2014, é a primeira banda concebida e produzida com o selo da produtora Plectro, que também está apoiando a Festa Rocket, a primeira noite anos 50 e 60 idealizada pelo Universo Retrô. A festa será realizada no próximo dia 14 de agosto, sexta-feira, a partir das 20h, no Rockerama Club, em São Paulo e ainda contará com as bandas Space Coments, como atração principal, e Rock in Black.

Formada pelos riffs e arranjos de Gabba (vocais e guitarra), Bruno BB (vocais e guitarra), marcados pelo groove do Evan (vocais e contrabaixo) e Hugo (vocais e percussão). Além do El Dantas (vocais e teclados) – as teclas são fundamentais em toda banda sessentista que se preze. O Universo Retrô conversou com o líder da banda Hugo Pessôa, que fala sobre essa influência dos anos 60 e o repertório da banda que passeia por diferentes estilos, através de sucessos nacionais e internacionais, com muita brasilidade. Confira:

Universo Retrô – Nos conte um pouco sobre como começou a banda Os Pumas e como vocês se conheceram.

Hugo Pessôa – A gente costuma dizer que ganhou na loteria das bandas. Nós 5, nos conhecemos depois de algumas esbarradas nos eventos da Plectro (foram necessários pelo menos umas três festas pra que a gente fosse um com a cara do outro). O projeto foi tomando forma, na mesma medida em que a nossa parceria com a produtora também. E somos gratos a Plectro por ter, mesmo que indiretamente, nos juntado.

Universo Retrô – Que tipo de música vocês tocam e porque começaram a tocar esse estilo?

Hugo Pessôa – No nosso caso, é mais uma questão de “como” do que “o quê”. Todo mundo na banda é apaixonado pelos sons da década de 60 (principalmente o rock de garagem, a invasão britânica e os movimentos que rolaram na época aqui no Brasil, como a jovem guarda e a tropicália) e foi por isso mesmo que a gente decidiu tomá-la como fio condutor. Contudo, a gente não toca só canções dos anos 60. Eu diria que nós fazemos um esforço pra que todas as canções tocadas por nós soem como canções dos anos 60. E esse é o verdadeiro desafio. Tem que se tomar muito cuidado pra não soar feito uma imitação dos Beatles.

Os Pumas

Banda Os Pumas (Foto: Divulgação)

Universo Retrô – De onde veio a inspiração para o nome da banda Os Pumas?

Hugo Pessôa – A gente queria que o nome fosse uma extensão do nosso som, sabe? Visceral, clássico e nacional. E a gente sempre pirou em banda com nome de carro. E em cultura inca! Sendo assim, o nome praticamente caiu no nosso colo.

Universo Retrô – Quais são as referências musicais de vocês.

Hugo Pessôa – Eu diria que as referências em comum seriam essas (pelo menos algumas): Roberto Carlos, Small Faces, Os Mutantes, Sam Cooke, Tim Maia e os queridos Nuggets (a coletânea!). Quando o assunto é gosto individual, as coisas tomam um outro rumo. Eu, por exemplo, sou fissurado em Afrobeat e Punk 77, o baixista tem os pés e as mãos no Hard Rock do inicio dos anos 70, um dos guitarristas é quase uma coletânea Trojan ambulante (enquanto o outro é louco por música regional) e o nosso tecladista, em termos de sonoridade, é praticamente o Stevie Wonder. E isso torna a coisa toda ainda mais legal. Essa combinação entre estética sonora dos anos sessenta e qualquer forma de manifestação musical que nos seja atraente vai nos manter ocupados por muito tempo.

Universo Retrô – Como estão os projetos de vocês atualmente? Podem nos falar um pouco sobre eles?

Hugo Pessôa – Tem muita coisa legal rolando! Começamos a compor, estamos em vias de gravar mais materiais audiovisuais e temos nos concentrado em tornar as nossas apresentações ainda maiores e mais explosivas.

Os Pumas (Foto: Divulgação)

Os Pumas (Foto: Divulgação)

Universo Retrô – Vocês já têm algum álbum lançado ou pretendem lançar algum em breve com música própria?

Hugo Pessôa – O lançamento de álbum não faz parte dos nossos planos (pelo menos por enquanto). Embora a ideia de fazer um registro ao vivo seja interessante. Muitas das bandas que a gente curte tinham/têm essa postura (o MC5, por exemplo). A gente sabe da importância que um disco tem, mas lançar um álbum, principalmente para artistas menores, é um trabalho ingrato. Fazer shows é a melhor forma de espalhar seu material por aí e sobreviver de música e é por esse caminho que pretendemos seguir por agora.

Universo Retrô – Dentro do estilo de música que vocês tocam, como é o cenário atualmente? Há uma valorização por parte da indústria fonográfica desse estilo?

Hugo Pessôa – Nós acreditamos que, cada vez mais, a indústria fonográfica tem resgatado valores que foram criados na década de 50/60. Aos pouquinhos, a Indústra vem percebendo que é necessário ter um cuidado maior com os artistas e um foco em apresentações. Além disso (ou talvez até por conta disso) a estética retrô está na moda. Estamos confiantes de que o que estamos fazendo está em voga e sentimos, pela resposta do público, que o sucesso é só uma questão de tempo.

Hugo Pessôa, Os Pumas

Hugo Pessôa, integrante e líder da banda Os Pumas (Foto: Divulgação)

Universo Retrô – Com o crescimento do acesso à internet e as redes sociais, vocês acreditam que tem contribuído para o aumento no número de pessoas que se identificam com o estilo de música que vocês tocam?

Hugo Pessôa – Definitivamente. Quem já se identifica com o som que fazemos vai acabar chegando na gente por meio da Internet (ou até mesmo por outros meios). E quem não conhece (esse tipo de som que fazemos) vai ter a chance de conhecer e se identificar, também por meio da Internet e, talvez, chegue na gente também. É só alegria.

Universo Retrô – Quais são as expectativas de vocês para tocarem na Festa Rocket? Como estão os preparativos para o repertório do evento?

Hugo Pessôa – A expectativa é grande! O repertório tá de encher os olhos. Vai rolar muito garage, soul, psycho e mais umas surpresas pro público. E também estamos empolgadíssimos pra tocar com os Space Comets e a Rock in Black. Temos certeza de que será uma festa explosiva e certamente daremos a nossa contribuição pra que esse foguete saia de órbita!

SERVIÇO

FESTA ROCKET
Lançamento do site Universo Retrô

Local: Rockerama Club Bela Vista; Rua Rui Barbosa, 401 – São Paulo (SP)
Data: Sexta-feira, 14 de agosto
Horário: A partir das 20h (primeira banda tocará às 23h)
Entrada: R$ 15 (Aniversariante do mês tem entrada VIP, ao apresentar o RG)
DJ Juks Jives (Rádio Topetes e Brilhantina)
Bandas – Space Comets, Os Pumas, Rock In Black
Evento facebook: http://on.fb.me/1SQajPG
Realização: Universo Retrô
Apoio: Plectro, Rádio Topetes e Brilhantina, Hello Vargas Filmes, Vudu e Rockerama Club.

Matérias Relacionadas
A geração Beatnik e os movimentos de contracultura nos anos 60; ouça também a playlist “Pé na Estrada”
Breve história dos sapatos: os anos 1960
Estrelas além do tempo
Conheça as mulheres reais que inspiraram o filme ‘Estrelas além do tempo’
wanderleia
Cantora Wanderléa esbanja glamour em peça sobre a década de 1960

Deixe um comentário

7 + 11 =