Home > Destaque > Conheça a história do Miss Brasil e veja as 6 misses brasileiras mais famosas

Conheça a história do Miss Brasil e veja as 6 misses brasileiras mais famosas

13 de julho de 2015, por Daise Alves
Lifestyle
Yeda Martins Vargas como Miss Universo

O Miss Brasil é um concurso de beleza que acontece anualmente e busca, entre as representantes de cada estado do país, aquela que é considerada o símbolo de beleza do país. A vencedora de cada edição representa a nação no Miss Universo, que irá eleger a mulher mais bonita do mundo daquele ano.

Apesar de sempre terem concursos que promoviam aquela que seria o ícone de beleza da sociedade tradicional brasileira, o formato do concurso que conhecemos hoje foi fundado em 1954 e acontecia no Hotel Quitandinha, em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Construído nos anos 40, o local era um hotel-cassino com arquitetura bem clássica, o que fazia o espaço glamourizar ainda mais o evento.

Nos anos 50, o concurso era transmitido pela TV Tupi e a ampla cobertura da imprensa fez o Miss Brasil ser sinônimo de glamour e beleza por duas décadas, além de se tornar um dos eventos mais populares, ficando atrás apenas da Copa do Mundo.

Ana Cristina Ridzi

(Ana Cristina Ridzi é coroada “Miss Brasil 1966” em concurso realizado em julho no Maracanãzinho, no Rio – Foto: Reprodução)

Nos anos 80, o conglomerado responsável por promover o evento entrou em declínio, acabando com os anos áureos do concurso e entrando sob o comando de Sílvio Santos com a transmissão do SBT, mas no canal a transmissão teve resultados pouco significativos e baixa audiência, o que fez a emissora abrir mão do evento em 1990, impossibilitando a participação do Brasil no Miss Universo.

Já nos anos 90, a troca constante de organizadores afetou drasticamente a importância do concurso no país, que só teve uma revitalização midiática nos anos 2000. Atualmente, o concurso é organizado e transmitido pelo Grupo Bandeirantes, com algumas modificações, inclusive, no nome que passou de Miss Brasil Oficial para Miss Brasil Universo e tem dado maior visibilidade para as participantes, a nível internacional.

Adalgisa Colombo

Miss Brasil Adalgisa Colombo (Foto: Reprodução)

Independente dos altos e baixos que o concurso de beleza passou, algumas das participantes ganhadoras entraram para a história do país, tornando-se as mais famosas misses brasileiras. Entre elas:

Martha Rocha – Miss Bahia, Miss Brasil e Vice-Miss Universo de 1954. Diz a lenda que ela perdeu o título para a americana Miriam Steveson por duas polegadas a mais no quadril, que estaria fora dos padrões do concurso. Mas, segundo a própria Martha, nem mesmo ela sabe se essa informação é verídica, pode ter sido apenas uma invenção jornalística para consolo nacional.

O sucesso de Martha foi tanto que ela virou inspiração para nome de torta e carro. Em 1955, a Chevrolet lançou a picape 3100 com duas polegadas a mais de distância entre os eixos, a marca pegou carona nas polêmicas “medidas extras” da miss, apelidando-o de Martha Rocha. Os músicos Wilson Batista, Américo Seixas e Jorge de Castro também fizeram uma música como marchinha de carnaval em homenagem à miss, chamada de Miss Brasil.

Martha Rocha

(Miss Brasil Martha Rocha a, 1954 – Foto: Reprodução)

Após uma falência familiar nos anos 90, a miss vive em um apartamento mais simples no Rio de Janeiro e sofreu de um câncer de mama, o qual já se recuperou.

Terezinha Morango – Miss Amazonas, Miss Brasil e Vice-Miss Universo em 1957. Terezinha Morango, hoje Terezinha Pittigliani, foi a primeira a levar o título de Miss da região norte do país. Ao ser eleita Miss Brasil, ela foi para os Estados Unidos para competir no famoso Miss Universo. Com sua simplicidade amazonense, que até hoje todos destacam, ela conseguiu ficar em segundo lugar, perdendo apenas para a peruana Gladys Zender .

Terezinha foi uma das maiores celebridades do Brasil anos 50. Após ser eleita miss, ela estava em todas as capas de revistas e chegou até a superar a então imbatível popularidade de Marta Rocha.

Terezinha Morango

(Miss Brasil Terezinha Morango, 1957 – Foto: Reprodução)

Adalgisa Colombo – Miss TV, Miss Botafogo, Miss Distrito Federal (Rio de Janeiro) e Miss Brasil 1958. Foi a terceira brasileira a se tornar Miss Universo, ficando atrás da colombiana Luz Marina. Durante seu reinado de miss, ela renunciou o título, pois estava de casamento marcado, mesmo assim, continuou sendo a vencedora oficial do concurso. Ao longo da carreira, ainda trabalhou como modelo e atriz e como apresentadora da TV Rio durante a década de 60, onde apresentou alguns programas voltados para o público feminino. Em 2004 foi homenageada pelo site Misses do Brasil como a “Miss Brasil Inesquecível”, por ocasião dos 50 anos do concurso.

Adalgisa Colombo morreu no Rio de Janeiro, em 2013, aos 73 anos. As causas da morte não foram divulgadas pela família.

Adalgisa Colombo

Miss Brasil Adalgisa Colombo, 1958 – Foto: Reprodução)

Yeda Maria Vargas – Miss Porto Alegre, Miss Rio Grande do Sul e Miss Brasil de 1963 e a primeira a conquistar o Miss Universo em 1963 aos 18 anos, depois de 3 segundos lugares do Brasil. Após a premiação, no seu retorno para o país, ela foi recebida por milhões de pessoas ao longo das ruas por onde desfilou em Brasília – recebida pelo presidente da época, João Goulart. Seu início de mandato, porém, foi um tanto agitado, foi preciso uma negociação entre seu pai e os organizadores do concurso para que ela pudesse permanecer durante um ano nos Estados Unidos com a família, a qual conseguiu permissão para morar.

Ieda Vargas,

(Miss Brasil Ieda Maria Vargas, 1963 – Foto: Reprodução)

Ela também ganhou uma música em 1964, composta pelo também gaúcho Teixeirinha:

Marta Vasconcellos – Miss Bahia, Miss Brasil e Miss Universo de 1968. Antes de participar do Miss Bahia, Martha, que era professora de alfabetização em Salvador, precisou enfrentar a resistência da família para participar do concurso, já que mesma não apoiava. Foi preciso a intervenção do Govexrno da Bahia, para que a família autorizasse a ida dela para o Rio de Janeiro. No período do seu reinado, ela esteve com o Papa Paulo VI no dia de Natal de 1968, visitou a NASA como convidada de honra e virou nome de viaduto em Salvador.

Martha Vasconcelos,

(Miss Brasil Martha Vasconcelos, 1968 – Foto: Reprodução)

Vera Fischer – Miss Blumenau e Miss Brasil de 1969. Talvez uma das mais conhecidas atualmente, Vera Fischer estreou na TV Tupi como assistente de Sérgio Bittencourt no programa esportivo Jogo Limpo, em 1971. Ela logo se tornou unanimidade e logo começou a fazer sucesso em filmes de pornochanchada. Em 1977, ela estreou na novela Espelho Mágico e, mais tarde, se destacou no papel de Helena, em Laços de Família (2000).

Vera Fischer

(Miss Brasil Vera Fischer, 1958 – Foto: Reprodução)

O evento era tão valorizado que o compositor Lourival Faissal, escreveu a música “A Canção das Misses”, que foi lançada na sofisticada nos anos 60 na voz da cantora Ellen de Lima, para ser a música tema do concurso.

Analisando essas mulheres que foram ícones de beleza nacional, percebe-se o quanto as pessoas se mobilizavam para esse tipo de evento, e como os padrões de beleza mudam com o tempo.

Matérias Relacionadas
Universo Retrô assina produção de moda para novos comerciais da Visa Trigg
Estrelas além do tempo
Conheça as mulheres reais que inspiraram o filme ‘Estrelas além do tempo’
Nada será como antes
‘Nada Será Como Antes’: Nova série da TV Globo mergulha no cenário dos anos 50
Misses
Desvendando a emoção de ser Miss Pin-Up: Misses contam como é a sensação de receber a faixa

Deixe um comentário

6 + 11 =