Home > Cinema & TV > Oldflix: Plataforma alternativa de streaming oferece filmes e séries antigos para quem está cansado dos clichês de produções atuais

Oldflix: Plataforma alternativa de streaming oferece filmes e séries antigos para quem está cansado dos clichês de produções atuais

28 de agosto de 2018, por Leila Benedetti
Cinema & TV
Filmes Antigos

Eis então que aquele seu canal favorito de tv a cabo, cuja proposta era ter apenas produções clássicas que iam da década de 1930 até a de 1980 em sua programação, inclusive produções raríssimas que aparentemente só você conhece e valoriza, é repaginado por questões comerciais ou vendido para instituições religiosas, te deixando a ver navios com atuais filmes americanos enlatados com enredos repetitivos ou pastores realizando seus cultos. Seus problemas acabaram!

Por enquanto poucos sabem, mas em 2016 surgiu uma plataforma de produções clássicas via streaming chamada Oldflix que, apesar do nome, não tem nenhuma ligação com a popular Netflix. A plataforma teve a sua origem em Natal/RS, graças à Manoel Ramalho, um empresário com mais de 20 anos de experiência no ramo do entretenimento e que já era dono de uma emissora de tv local da sua cidade, a TV União, além de “saudosista por natureza”, como se autointitula.

Com mais de 4 mil títulos na fila para ser licenciado, digitalizado e, finalmente, lançado, já podemos conferir o extenso catálogo com mais de mil grandes clássicos que vão de Charlie Chaplin nos anos 20, passando pelo auge da Shirley Temple nos anos 30 e 40, produções dos anos 50 e 60, como os musicais do Elvis Presley, A Feiticeira, Jeannie é um Gênio, Agente 86 e Os Monkees, até animes dos anos 90 como Cavaleiros do Zodíaco. Por falar em catálogo, a Oldflix acrescenta cinco títulos por semana não só americanos como de outros países também, apesar de ainda não ter títulos nacionais.

Oldflix

Catálogo da Oldflix possui mais de mil títulos, entre eles filmes, séries, documentários e animações. A empresa afirma que ainda tem mais de 4 mil na fila para ser licenciado, digitalizado e lançado para o serviço. (Foto: Reprodução/Leila Benedetti)

Mesmo com dois anos de existência, a Oldflix ainda é uma plataforma pequena, porém se desenvolvendo para que fique no mesmo patamar que a Netflix. A lentidão de seu progresso foi por conta de uma polêmica gerada em abril de 2016, um mês após o lançamento do site, em que foi descoberto que a empresa usava a plataforma Vimeo para reproduzir os títulos ao invés de possuir uma plataforma própria, obrigando-a a sair do ar por aproximadamente um ano.

Segundo a Oldflix, a empresa usava o Vimeo para testes enquanto desenvolvia a sua própria plataforma, e não esperava que ganharia tanta repercussão em apenas um mês. “Em dois dias, o Oldflix ficou maior que a minha empresa de 22 anos”, afirma Ramalho. Mas no fim ficou tudo resolvido, o site voltou ao ar com sua própria plataforma. Além de assistir pelo computador, o serviço também oferece acesso por meio de seu app, disponível no Google Play e na Apple Store, e pelo Chromecast.

Assim como a concorrente Netflix, para ter acesso a Oldflix é preciso se cadastrar no site e escolher o cartão de crédito ou boleto como forma de pagamento. O serviço custa R$12,90 por mês e, para os que escolherem pagar via cartão de crédito, tem direito aos primeiros sete dias grátis.

Matérias Relacionadas
Draculla
Halloween: 10 filmes de terror para assistir na Oldflix
Filmes Elvis na Oldflix
8 filmes do cantor Elvis Presley para assistir na Oldflix
Oldflix
Plataforma de streaming Oldflix é nova parceira do Universo Retrô
Cinema clássicos
Desafio Universo Retrô: Você assistiu 25 de 100 filmes clássicos

2 Responses

  1. Jacqueline

    Interessante,pois uma TV,que além da parabólica,pega na TV a cabo,passava filmes e séries antigas,agora,só passa programas religiosos e de jogos.Chateada.A TV Diário,do Ceará,passa filmes antigos na sua programação.Sinto falta dos filmes dos anos 90,que não passa nem na TV a cabo ou raramente são exibidos,como O Paciente Inglês,que foi exibido uns anos atrás,na TV fechada e nesse ano,estava sendo exibido,na madrugada de sábado para domingo,na Band.

    1. Acho que eu sei de qual canal que passa jogos e programas religiosos você está falando, haha. Eu também fiquei decepcionada quando ela foi vendida, pois era a única que tinha várias das minhas séries clássicas favoritas em horário nobre, também havia outras emissoras que passavam naquela época, mas apenas de madrugada. Sobre as séries dos anos 90, a Netflix também tem, porém apenas aquelas vistas na Sessão da Tarde.

Deixe um comentário

quinze − dois =