Home > Destaque > Estética retrô invade os clipes das cantoras pops

Estética retrô invade os clipes das cantoras pops

2 de março de 2017, por Daise Alves
Música
Gwen Stefani

Parece que 2017 será realmente o ano do revival. Vemos traços do passado na moda, no cinema e até as marcas estão investindo no marketing de nostalgia, que parece cativar cada dia mais fãs e consumidores. E quando o assunto é música, esse revival fica ainda mais presente, pois é possível fazer uma junção sonora e visual, possibilitando uma imersão ainda maior no passado.

Não é de hoje que as rainhas da música pop produzem clipes com aquela carinha retrô ou clipes inspirados nas pin-ups, mas dessa vez o clima parece estar em ascensão. O ano mal começou e já tivemos alguns clipes de cantoras pops que possuem estética retrô. Veja alguns deles:

1 – Kate Perry, Chained To The Rhythm: Lançado na terça-feira (21), o novo clipe da Kate Perry tem uma temática retrô futurista, com cores do cenário e figurino em tom pastel, que rementem bastante à estética dos anos 50 e 60, lembrando também o universo do desenho The Jetsons. O clipe ainda faz uma crítica a sociedade atual em que vemos pessoas felizes, encantadas com as novas tecnologias, porém, manipuladas pelo sistema.

2 – Lana Del Rey, Love: Lana Del Rey já é conhecida por ser uma das cantoras pops atuais que mais possui referências retrô. Em seu mais recente clipe, Love, lançado na segunda-feira (20), vemos Lana com um visual bem sixtie, vestido mais curto e margaridas no cabelo, flor que dominou a estética dos anos 60. Seus olhos continuam bem destacados com longos cílios e um leve delineado.

O vídeo, cheio de carros clássicos, ainda nos transporta para uma viagem intergaláxica, fazendo referência a busca de chegar aos espaço dos anos 60. O clipe é bem conceitual, mas apesar das estéticas do passado, o objetivo é falar sobre os jovens e o futuro, a começar pela reflexão do trecho “You’re part of the past, but now you’re the future” (Vocês fazem parte do passado, mas agora são o futuro).

3 – Valesca Popozuda, Pimenta: O clipe publicado no YouTube na quinta-feira (16), traz a cantora Valesca Popozuda em uma cozinha com estética bem anos 50. Geladeira, armários e utensílios de cozinha todos retrô. Uma toalha de mesa com cerejas, ícone que representa as pin-ups modernas tomam conta do clima Pimenta, o qual e Valesca incorpora uma “típica dona de casa dos anos 50”.

4 – Sia, Move Your Body: No clipe Move Your Body da cantora Sia, lançado em janeiro deste ano, a estética fica por conta das referências dos anos 80. No início do clipe já somos impactados com a frase “1987 – American Mall”, já nos preparando para o que estará por vir. O destaque vai para o estúdio fotográfico cheio de referências aos anos 80.

Essa não é a primeira vez que Sia lança um clipe retrô, no vídeo Cheap Thrills as referências são dedicadas aos anos 50, apesar da música ser em um estilo bem atual.

5 – Nely Furtado, Pipe DreamsLançado em dezembro do ano passado Pipe Dreams é o segundo single do novo álbum da cantora Nely Furtado. O vídeo tem uma gravação que lembra as antigas imagens em VHS dos anos 90, que eram produzidas de forma caseira.

7 – Ludmilla, Bom: As referência da cantora Ludmilla, já são mais atuais, relacionadas a era disco e oitentista, com muita cor e brilho. No clipe Bom, lançado no segundo semestre do ano passado, essas referências são bem visíveis nos figurinos, em tons metalizados e muito brilho.

6 – Anitta, Essa mina é louca: A maioria dos clipes de Anitta têm uma pegada retrô e talvez esse seja um dos motivos pela estética está se tornando tão popular entre as garotas mais jovens que amam cantoras pops.

Em Essa mina  élouca, o clipe é tomado por cores em tom pastel, típico dos anos 50 e traços gráficos que lembram cartoons, efeito que também vemos no clipe Bang, em que inclusive a cantora usa o penteado “victory rolls”, muito usado pelas pin-ups.

Em Deixa Ele Sofrer, Anitta também abusa das referências retrô. O clipe inicia com uma explosão de cores, típica dos anos 80. No cenário, um carro antigo, uma barbearia old scholl e a famosa lanchonete retrô de São Paulo Zé do Hamburger, que também já foi cenário de outros clipes de cantoras e cantores da indústria pop.

Ritmo Perfeito e Na Batida são dois outros clipes da cantora que carregam referências do passado em suas produções.

7 – Gwen Stefani, Make Me Like You: Já conhecida por ter um gosto mais retrô, o clipe Make me Like you de Gwen Stefani foi lançado ao vivo no Grammy 2016 e nos transporta para várias décadas anteriores, fazendo uma mescla com as diferentes épocas entre os anos 50 e 80. Além do seu visual que lembra a bombshell Marilyn Monroe.

A música pop está relacionada a um tempo presente, viver o aqui agora como se não houvesse amanhã. Por isso, conquista tantos jovens, que estão se descobrindo e estão com sede de viver. Eles não possuem uma bagagem nostálgica para sentir falta do passado. Mas parece que para o mainstream, o passado está cada vez mais presente.

Matérias Relacionadas
Jennifer Lopez lança clipe com pegada retrô e recado feminista
Top 5 clipes modernos com pegada retrô; de Killers a Duffy, veja quem entrou para lista
Chrisina Aguilera
Confira 10 clipes inspirados nas pin-ups

Deixe um comentário

19 + treze =