Home > Destaque > Como escolher o modelo de óculos de grau retrô que mais combina com você

Como escolher o modelo de óculos de grau retrô que mais combina com você

15 de setembro de 2017, por Mirella Fonzar
Moda

Quem usa óculos de grau sabe a árdua missão que é encontrar armações que traduzam a sua personalidade. E as dificuldades aumentam ainda mais se a pessoa é adepta ao estilo retrô e alternativo. As óticas tradicionais não costumam fugir muito dos padrões mais discretos e isso acaba deixando os modelos retrô de fora, já que, no passado, as armações eram geralmente maiores e mais grossas.

No entanto, quando falamos de óculos vintage feminino, as armações vão muito além do tradicional gatinho, popular nos anos 1950 e 1960. Dos mais arredondados e discretos, aos quadrados e impactantes, elaboramos um roteiro de como escolher a sua armação retrô de acordo com a sua personalidade e década preferida; dos anos 1920 aos anos 1980. Vamos conferir?

1920

Os loucos anos 1920 ficaram marcados por armações unissex pequenas e redondas, feitas em ouro, prata ou casco de tartaruga. O modelo, no entanto, não tinha hastes, então, era um pouco desconfortável. Hoje em dia, é possível encontrar adaptações que se encaixam melhor ao rosto. Esse modelo de óculos é perfeito para quem quer compor um visual inspirado na Era do Jazz, com cabelo chanel à la Louise Brooks.

Fotos: Reprodução

1930

O design dos óculos dos anos 1930 não sofreu grandes mudanças; os modelos continuaram unissex, mas o tipo de material usado começou a ser substituído. As armações passaram a ser feitas de chifres, metal e até plástico, uma alternativa para imitar os tradicionais cascos de tartaruga. Já as lentes ficaram mais leves, assim, o conceito de óculos sem aro começou a se tornar possível. Esse tipo de armação é perfeita para quem busca por um visual mais clássico.

Fotos: Reprodução

1940

Para os adeptos à moda da década de 1940, é importante ressaltar que, por conta da Segunda Guerra Mundial e todas as mudanças nos processos industriais, econômicos e sociais que o mundo enfrentou neste período, as armações dos óculos são bastante variadas. Antes da guerra, os modelos redondos e ovais, como nos anos 1930, ainda estavam em alta, porém já com um tamanho maior e diferentes materiais. Com o final da guerra, em 1945, outros formatos foram surgindo, inclusive mais quadrados. Foi nessa época também que surgiram as armações exclusivamente femininas e o famoso óculos gatinho começou a dar as caras. Portanto, opções não faltam pra quem busca um visual inspirado nos anos 1940.

Fotos: Reprodução

1950

Definitivamente, a década de 1950 ficou marcada pelo boom dos óculos gatinho, tanto de grau como de sol. O modelo, exclusivamente feminino, ficou conhecido por ter os cantos externos pontudos, em um formato que remete aos olhos dos felinos e até lembra as asas de uma borboleta. Apesar de existirem outros modelos, ao ser adotada por atrizes de Hollywood, como Marilyn Monroe, a armação virou um verdadeiro hit entre as mulheres da época, sendo fabricada em diversos modelos; maiores ou mais finos, com pedrarias, lisos, coloridos e por aí vai. Os óculos gatinho são perfeitos para quem busca um visual Pin-Up.

Fotos: Reprodução

1960

Assim como na década de 1940, os anos 1960 ficaram marcados por grandes mudanças socioculturais. Enquanto na primeira metade da década os óculos gatinho continuavam em alta – só que cada vez mais geométricos -, quanto mais se aproximava dos anos 1970, mais influências dos hippies a moda dos óculos ia ganhando. Armações, geralmente de plástico, com forte referência geométrica e futurística davam as caras na Era “Paz e Amor”; os famosos Bug Eyes, que traziam lentes enormes redondas ou quadradas, logo ganharam espaço. Portanto, se a ideia é apostar num visual com mini-saias e vestidos trapézio, típicos dos anos 1960, esses óculos vão super bem.

Fotos: Reprodução

1970

A onda do “quanto maior, melhor” continuou por toda a década de 1970, porém, as armações chegaram mais leves, com a evolução da indústria dos óculos. Os formatos, inclusive, variavam bastante nesta década; dos mais arredondados e com armação escura aos mais quadrados e coloridos. Enquanto a juventude hippie e “cult” apostava nos modelos redondos que remetiam às décadas passadas, a turma da discoteca apostava nos óculos mais coloridos e modernos. Se a ideia é montar um look inspirado nos anos 1970, primeiro de tudo você precisa identificar qual referência prefere, já que as possibilidades são inúmeras!

Fotos: Reprodução

1980

A variedade de modelos lançados a partir da década de 1980 é bastante grande. Foi nesta época que marcas de luxo começam a produzir óculos e criar coleções exclusivas, como Cartier, Dior, Lacoste, etc – algo que perdura até hoje e ajudou a encarecer bastante o preço das armações em óticas tradicionais. Os materiais também começaram a mudar a partir dos anos 1980; armações feitas de plástico e titânio foram evoluindo para algo mais resistente. Em relação aos modelos, as cores e formatos variados também prevalecem nesta época. Se a ideia é um look oitentista, aposte nos “Wrap Arounds”, modelos que contornam e se encaixava no rosto, com armação mais grossa.

Fotos: Reprodução

Fonte: Tatileine Vintage

COLOCANDO LENTES EM ÓCULOS VINTAGE

Depois de escolher o modelo de óculos que mais combina com seu estilo e personalidade, chegou a hora de colocar as lentes com o grau correspondente. Se você optou por um modelo vintage genuíno ou comprou óculos retrô mais baratinhos, é importante tomar cuidado para não danificar a armação na hora de trocar as lentes, já que ambos podem ser mais frágeis que os modelos mais modernos. Portanto, uma empresa confiável é mais do que necessária neste momento.

Foto: Reprodução

Além de todo o cuidado com a sua armação, a Lenscope oferece um serviço bastante inovador, com o pedido da troca de lentes feito totalmente pela internet e retirado na porta da casa da pessoa sem custo adicional – se você mora em São Paulo ou Campinas. Para outras cidades, é só enviar a armação pelo correiro, que a marca manda de volta quando os óculos estiverem prontos. A Lenscope dá até 100 dias para a pessoa provar as lentes e ter certeza se realmente gostou; caso não gostar, a empresa devolve o dinheiro das lentes.

O processo é super simples, seguro e econômico; basta escolher entre lentes para baixo grau e lentes para alto grau, anexar a receita e uma foto sua com a armação. Além da comodidade de não precisar visitar uma ótica, todas as opções já contam com antirreflexo, antirrisco e proteção UV, o que muitas vezes é contado como opcional em outras marcas. Existe ainda a possibilidade de aplicar lentes fotossensíveis (aquelas que escurecem no sol) e também com lentes escuras com grau para óculos de sol em diferentes cores.

Confira também como limpar seus óculos de maneira correta, clicando aqui.

SERVIÇO

Lenscope
Site: http://lenscope.link/lenscope-e-mirella-fonzar
Facebook: https://www.facebook.com/LenscopeBrasil
Twitter: https://twitter.com/lenscope
Instagram: https://www.instagram.com/lenscopebr/
Leitores do Universo Retrô ganham desconto, acessando o site por aqui e incluindo o cupom MIRELLAF6837 ao final da compra.

Gostou da matéria? Este é um conteúdo patrocinado pela Lenscope, uma das empresas que apoiam o Universo Retrô a permanecer online. Mas fiquem tranquilos, só indicamos marcas e produtos em que acreditamos e este texto representa 100% a nossa opinião. Venha anunciar conosco também!

Matérias Relacionadas
Audrey Hepburn com óculos OG
Modelo de óculos usado por Audrey Hepburn e Kurt Cobain volta ao mercado
Cordinha para óculos
Eyewear Chains: Famosas ‘cordinhas para óculos’ voltam a ser tendência neste verão
Com vídeo retrô, MIU MIU apresenta campanha de óculos “Me, You and Miu Miu”
Óculos Gatinho
A origem do óculos gatinho: item essencial entre os acessórios das pin-ups

Deixe um comentário

4 × um =