Home > Destaque > Editora do Universo Retrô, Miss Daisy é a Pin-Up do mês de agosto do site

Editora do Universo Retrô, Miss Daisy é a Pin-Up do mês de agosto do site

15 de agosto de 2017, por Mirella Fonzar
Moda

Como de costume, os meses de julho e agosto são marcados pelas comemorações de aniversário do Universo Retrô. Depois do ensaio publicado com a editora Mirella Fonzar (Miss De-Lovely) para celebrar os 2 anos do site, pela primeira vez, sua parceira e também editora, Daise Alves – conhecida como Miss Daisy – aparece por aqui como Pin-Up do Mês.

Publicitária, fundadora do portal Universo Retrô e do blog Mente Flutuante Retrô, Daise posa ao lado de um Decathlon 8KCAB dos anos 1970 e reflete a magia das mulheres da década de 1940, no ensaio clicado por Daniela Petrucci, no Aeroporto Campo de Marte, para o editorial Sky Lovers, que vem sendo publicado no decorrer do ano.

Ela, que trabalha com internet desde a época do Orkut, é apaixonada também por música, literatura, cinema e fotografia. Além disso, faz questão de conhecer o mundo com seus próprios olhos, por isso, antes de fundar o Universo Retrô, morou um tempo na Irlanda, onde pôde desbravar a Europa. Quer saber mais sobre a nossa Pin-Up? Confira a entrevista completa abaixo:

Universo Retrô – Depois de dois anos de site essa é a primeira vez que você aparece por aqui como a Pin-up do Mês. O que tem a dizer em representar o portal no mês de agosto?

Daise Alves – Calhou de ser no mês da festa de aniversário do site e também de ser o mês do meu aniversário, então, acabou sendo um presentão para mim mesma. É um pouco estranho aparecer por aqui dessa forma, pois sempre estou pelos bastidores, principalmente quando o assunto é “Pin-Up do Mês”, em que estou sempre entrevistando as garotas. Mas, é legal também ter o espacinho para mostrar meu lado de entrevistada e menos entrevistadora.

Foto: Daniela Petrucci

Universo Retrô – Desde o blog Mente Flutuante você costuma participar de ensaios fotográficos Pin-Up. Nos conte sobre seus primeiros ensaios.

Daise Alves – O Mente Flutuante sempre foi um blog em que eu me escondia. Eu sempre publiquei muito sobre pesquisas, gostos pessoais e estudos que fazia, e quase não mostrava meu rosto ou falava de vida pessoal, pois não era meu objetivo.

Eu iniciei o blog no início de 2012 e meu primeiro ensaio foi só em abril de 2013, 1 ano depois e mais de 140 publicações por lá. O primeiro ensaio “oficial” foi no Beco do Batman na Vila Madalena e foi em uma saída fotográfica que envolvia diversos fotógrafos e meninas. A temática era “Pin-Up”, porém, foi uma proposta bem mais livre e solta em que vários fotográficos poderiam te fotografar ao mesmo tempo.

Depois disso, participei de uma outra saída fotográfica, desta vez no Parque do Ibirapuera, também com diversos fotógrafos e modelos e de forma mais descontraída. Essas saídas são uma ótima oportunidade para quem está começando e quer conhecer alguns profissionais e garotas que já possuem mais experiência.

Depois fiquei um tempo fora e acabei fazendo apenas um ensaio por lá apenas. Só quando retornei que acabei focando em desenvolver ensaios únicos, direcionados e mais profissionalizados, como parte dos estudos que eu fazia.

Foto: Daniela Petrucci

Universo Retrô – Qual dica você daria para as meninas que querem começar a posar como modelos Pin-Up?

Daise Alves – Além da pesquisa, que é muito importante para que seu trabalho seja fiel àquilo que você se propõe fazer, é muito importante ter identificação com o tema proposto. Não adianta você fazer milhões de pesquisas se você não se identifica com isso. Sua proposta não ficará verdadeira.

Esses projetos de saídas fotográficas também são uma ótima oportunidade para quem está começando; vale pesquisar sobre eles em grupos de fotografia no Facebook. Como comentei acima, é uma ótima oportunidade de conhecer profissionais e outras garotas que se identificam com o estilo. Geralmente são propostas mais soltas, então, você não se pressiona tanto e acaba sendo uma diversão e isso é ótimo para quem quer começar.

Hoje em dia, também já existem muitos projetos fotográficos que se dedicam a produções em fotografia pin-up, para aqueles mulheres que têm vontade de fotografar nesse estilo, mas não sabem por onde começar. Esse também é um bom começo, pois você já inicia com ótimos direcionamentos.

Foto: Daniela Petrucci

Universo Retrô – E para o Universo Retrô, qual o ensaio que mais gostou de ter produzido até agora?

Daise Alves – É clichê, mas cada projeto acaba tendo a sua peculiaridade. Em cada um, há suas dificuldades, aprendizados e prazer em fazê-los. Creio que o projeto para o Calendário 2016, feito em parceria com o Be a Bombshell, da Marília Skraba, foi um grande desafio. Pois foi o primeiro projeto do Universo Retrô já com grande produção e que envolvia diversos profissionais, além da causa, que pretendia ajudar o Lar das Mãezinhas.

O King of Battle, feito para a Battle Patrol, também foi uma novidade fazer, pois foi o primeiro masculino. Então, foi um grande desafio e também acaba tendo a sua importância.

Mas o último, Rock This Town, também teve uma proposta muito boa. A ideia de trazer pessoas mais velhas e reais, que vivem um estilo único no dia a dia e mostrar para elas que também é possível serem fotografadas sem medo, também foi algo legal de se fazer.

Todos estamos acostumados a ver garotas serem fotografadas, mas dessa vez, trouxemos homens e mulheres, de diferentes estilos, mesmo que dentro de um mesmo contexto, para mostrarem a sua atitude sobre aquilo que eles acreditam. Realmente foi muito gratificante.

Universo Retrô – A propósito, de todas as tarefas do Universo Retrô, o que você sente mais prazer em fazer?

Daise Alves – O Universo Retrô tem sido uma escola para mim. Eu trago para ele muito do que já aprendi e tenho aprendido no mercado, mas através dele tenho tido muitas oportunidades que o mercado nunca me trouxe. Então, ele tem sido um grande aprendizado. Apesar da minha formação, eu acabo desenvolvendo algumas funções que com o tempo tenho me desenvolvido bastante.

São esforços bem de negócios, administrativos e de relacionamento, mas creio que o que mais eu gosto mesmo é de ter uma ideia de uma pauta, pesquisar sobre aquele tema, começara a elaborar aquele texto, publicá-lo e ver um retorno positivo nele e ver que gera discussão, que as pessoas se envolvem. Acaba sendo algo tão prazeroso, que nem considero essa tarefa um trabalho.

Foto: Daniela Petrucci

Universo Retrô – Você é publicitária por formação. Acredita que a tendência do retrô veio para ficar ou é uma moda passageira?

Daise Alves – A volta ao passado é uma coisa que sempre existiu e sempre existirá. O ser humano nunca estará conformado com o presente e sempre achará que o passado foi melhor. Isso fica bem visível no filme Meia-Noite em Paris, de Wood Allen, em que o personagem Gil faz uma viagem ao passado e, quanto mais tempo ele vive na década que sempre sonhou, mais fica insatisfeito com o presente.

O retrô é uma tendência inclusive definida por Faith Popcorn, conhecida como guru do Marketing. No seu livro, O Relatório POPCORN, publicado em 1993, ela já dizia que a “Volta ao passado” é uma das tendências de mercado, em que cada vez mais as pessoas teriam saudade da infância, como uma forma de dar um novo sentido e mais leva para a vida adulta, que muitas vezes está cercada de coisas sérias e pesadas.

Mesmo sendo escrito há mais de 20 anos, como uma tendência para até 2010, ela foi bastante certeira na tendência, que tem sido refletida até os dias de hoje. Inclusive, pelas marcas que cada vez mais investem no marketing da nostalgia, para conquistar o consumidor pela memória afetiva.

O presente sempre se tornará passado e todo passado, será nostálgico. Você sempre irá lembrar dele de alguma forma e sempre existirá coisas que fará você lembrar dele.

Foto: Daniela Petrucci

Universo Retrô – Nos conte como aconteceu a sua paixão pelo universo retrô e vintage.

Daise Alves – Eu sempre gostei muito de história e literatura e também sempre gostei de músicas que não eram da minha época, então, de alguma forma, mesmo sem saber o nome, eu já tinha alguma identificação com esse universo.

Só depois mesmo das pesquisas que veio a identificação com a moda e saber o que eram as “pin-ups”. Foi essa curiosidade, inclusive, que me impulsionou a abrir o Mente Flutuante Retrô, pois eu queria compartilhar aquilo que eu descobria. As pesquisas foram se aprofundando e, de certa forma, acabei sendo pega por aquilo que eu procurava.

Universo Retrô – O que você mais gosta nessa cultura de culto ao passado?

Daise Alves – Eu gosto de arte e história em geral. Então creio que o conjunto moda, música, cinema acabam tendo muita conexão. De certa forma, isso vai se agregando ao meu estilo de vida e tudo passa a se tornar uma coisa só.

O editorial também ganhou uma playlist no Spotify com canções que possuem temática apaixonante sobre o céu e a lua. Ouça abaixo:

Aproveita e segue a gente lá também e ouça nossas outras playlists super nostálgicas <3 Só clicar no botão aí embaixo ;-)

Matérias Relacionadas
Lady Cat
Pin-Up do Mês Lady Cat fecha com chave de ouro a série fotográfica Sky Lovers
Bruna Capa
Bruna Gilda é a Pin-Up do Mês de Novembro no Universo Retrô
Chubby Pin-Up
Pin-Up do Mês ‘Chubby Pin-Up’ representa outubro no editorial ‘Sky Lovers’
Pin-Up Miss De-Lovely
Editora do Universo Retrô, Miss De-Lovely é a Pin-Up do Mês no aniversário do site

Deixe um comentário

cinco × 5 =